os perigos para a saúde de muita exposição à luz azul

Como evitar os perigos para a saúde de muita exposição à luz azul

Tecnologia

Durante a maior parte da história humana, as pessoas passaram as noites em relativa escuridão. Somente no último século os humanos foram expostos à iluminação artificial. Os cientistas estão descobrindo agora que essa exposição artificial à luz, e particularmente à luz azul, tem consequências para a saúde.

Luz azul da tecnologia

A luz artificial é composta por vários componentes de cores e alguns tipos de iluminação contêm mais azul. Antigamente, as lâmpadas incandescentes predominavam a luz amarela em nossos lares. Nas últimas décadas, fomos expostos a mais fontes de luz azul, como telas de TV e computador, telefones celulares, videogames e leitores eletrônicos. Ela está também em muitas lâmpadas domésticas que economizam energia e luzes de rua de LED ultrabrilhantes.

Por que a luz azul é diferente

Existem duas razões pelas quais a luz azul é mais perigosa. A luz azul tem um comprimento de onda menor e transporta mais energia que a luz em direção à parte amarela ou vermelha do espectro. Maior energia significa mais dano potencial ao nosso organismo. A segunda razão é que a luz azul é mais semelhante à luz do sol.

Durante o dia, nossos corpos respondem bem às fortes frequências azuis da luz solar. Elas ajudam a manter alertas, melhora os tempos de reação e aumenta nosso humor. Mas à noite, esta luz azul engana o nosso corpo, que pensa que ainda é dia. Isso perturba nosso ritmo circadiano, que normalmente sinaliza ao nosso corpo para relaxar à noite.

Ou seja, a luz azul durante a noite nos mantém alertas em um momento em que nossos corpos devem estar prontos para dormir. Ela também suprime a liberação da melatonina, o hormônio que controla amplamente nosso ritmo circadiano.

Problema de saúde pública

Dr. Charles Czeisler, diretor de medicina do sono da Harvard Medical School, afirma que “quanto mais pesquisas fazemos, mais evidências temos de que o excesso de luz artificial à noite pode ter um efeito profundo e deletério em muitos aspectos da saúde humana. É uma preocupação crescente de saúde pública.”

Quais são os efeitos?

Um grande problema com a exposição à luz azul durante a noite é que isso perturba nossos padrões de sono e contribui para a insônia (especialmente naqueles que usam o celular na hora de dormir). Além de suprimir a liberação de melatonina, a luz azul aumenta a liberação de hormônios ligados ao estresse (cortisol) e à fome (grelina).

Um estudo mostrou que pessoas que usaram um leitor eletrônico à noite tiveram queda de 55% nos níveis de melatonina em comparação com pessoas que usaram um livro em papel. O sono delas não era tão restaurador, e elas tinham uma tendência maior a se sentirem grogue no dia seguinte. Com base nesses estudos e similares, a NASA recentemente mudou a iluminação da Estação Espacial Internacional para torná-la mais fraca e menos azul quando eles querem que os astronautas durmam.

Um estudo espanhol publicado recentemente na Environmental Health Perspectives descobriu um aumento significativo no câncer de mama e próstata em pessoas expostas a mais luz azul durante a noite. Estudos anteriores mostraram que as mulheres que trabalham no turno da noite têm um risco maior de câncer de mama, e isso é consistente com os níveis mais baixos de melatonina. A melatonina tem demonstrado inibir naturalmente os cânceres.

De acordo com Harvard, outros riscos à saúde que são suspeitos de exposição à luz azul durante a noite incluem obesidade, depressão, diabetes e até doenças cardíacas. Tudo isto deve-se à perturbação dos nossos níveis hormonais naturais e o ritmo circadiano.

Para minimizar os riscos

—Compre lâmpadas que são menos azuis e mais amarelas

—Suavize as luzes em sua casa e evite as luzes azuis brilhantes

—Alguns celulares e teclas de computador têm um ajuste noturno para diminuir o azul

—Evite usar telas de celular e de computador por duas horas antes de dormir

—Considere os óculos bloqueadores de luz azul (de cor laranja) se você precisar usar uma tela antes de dormir

—Tenha boa exposição solar durante o dia

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a Procuramed.com

Leia também na ProcuraMed:

Saiba como a luz errada pode tirar seu sono

Você já ouviu falar da Síndrome de Fadiga Ocular Digital?

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Estes são alguns médicos recomendados na ProcuraMed.

VEJA MAIS MÉDICOS