hérnia de disco

O que você sabe e o que precisa saber sobre hérnia de disco?

Nossa coluna vertebral, núcleo de apoio para todo o nosso corpo, é composta de 33 ossos empilhados um de cima do outro. Os mais baixos (no sacro e no cóccix) são fundidos, mas os superiores são todos ossos separados. Esses ossos são mantidos juntos por ligamentos fibrosos e duros, reforçados pelos músculos circundantes.

Entre os ossos individuais há discos fibrosos, atuando como amortecedores. Cada disco tem uma parte gelatinosa interna macia rodeada por um anel externo fibroso resistente (como um donut com um recheio macio dentro). Às vezes, a parte interna macia se rompe através de uma fraqueza na parte externa resistente. Essa ruptura – com vazamento da parte interna do disco – é chamada de hérnia de disco.

Sintomas de hérnia de disco

Dentro da coluna vertebral está a medula espinhal, que transporta os nervos que começam no cérebro e são distribuídos para os braços, pernas e resto do corpo. Se o disco for herniado, a parte rompida pode empurrar os nervos e músculos ao redor, causando dor e, às vezes, sintomas de danos nos nervos. Esse dano nervoso é geralmente reversível quando a pressão sai do nervo.

A pressão sobre os nervos pode causar dormência, formigamento ou dor que irradia para baixo do braço ou, mais comumente, para a perna. Pode haver fraqueza muscular nesses casos também. A maioria dos discos herniados ocorre na porção inferior (lumbo-sacral) da coluna, onde os nervos para a virilha e as pernas saem da medula espinhal. Curiosamente, algumas pessoas podem ter hérnia de disco e nenhum sintoma.

Causas

À medida que envelhecemos, nossos discos perdem um pouco do seu teor de água. Com os discos se tornando mais secos, eles ficam menos flexíveis e podem se rasgar com tensões ou torções, permitindo que a parte interna macia se torne herniária.

Outra causa comum é lesão. Isso pode ser um acúmulo crônico de pequenos traumas ao longo dos anos, ou uma lesão mais dramática que traz sintomas imediatos. Pode resultar de levantar muito peso ou levantar-se incorretamente, causando tensão excessiva em um disco.

Estar acima do peso traz problemas para muitas articulações, como quadris e joelhos, e também para a coluna. Mais peso significa mais pressão em cada disco, aumentando a chance de ruptura.

Tratamento

A maioria dos discos rompidos irá melhorar sem cirurgia. Há alguns anos, o descanso na cama era prescrito, mas agora sabe-se que o repouso no leito geralmente piora o problema, porque leva a mais fraqueza nos músculos do core e do dorso. A maioria das pessoas se beneficia quando se mantém o mais ativo possível. Atividades de baixo impacto, como caminhar e alongar, são ótimas.

Um fisioterapeuta pode sugerir exercícios que fortaleçam os músculos ao redor da coluna, e a yoga costuma ajuda muitas pessoas. Analgésicos, antiinflamatórios como o ibuprofeno, e relaxantes musculares também ajudam. Às vezes, injeções de cortisona na área lesada podem ser recomendadas para aliviar o inchaço e a dor.

Se os sintomas não melhorarem depois de alguns meses, ou se houver fraqueza muscular, a cirurgia pode ser recomendada. Isso envolve a remoção da parte saliente do disco ou a remoção de todo o disco, seguida pela fusão de várias vértebras para estabilizar a área. Mas, novamente, na maioria dos casos, a cirurgia deve ser um último recurso, já que acarreta riscos, gastos e tempo de recuperação. Geralmente com medidas de cuidado e tempo, o corpo se cura.

Mas mesmo que os sintomas desapareçam completamente, melhorias no estilo de vida e nas atividades são necessárias, ou o problema provavelmente retornará.

Como evitar uma hérnia de disco

— Não fique acima do peso.

— Quando você se agachar, dobre os joelhos em vez de esticar as costas, e use os joelhos também para apoiar a subida.

Mantenha uma boa postura, com as costas retas e alinhadas ao sentar ou ficar na vertical.

— Não seja sedentário; levante-se e mova-se ao longo do dia.

— Faça exercícios que fortaleçam os músculos das costas, pernas e abdômen. Exercícios do core, como a prancha, são excelentes.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a Procuramed.com

Leia também na ProcuraMed:

A prancha é o melhor exercício para os músculos do core

Dor lombar crônica: uma teoria de um famoso médico

Esta postagem também está disponível em: Inglês