medicamentos para a dor da artrite

Precauções relativas aos medicamentos para a dor da artrite

Medicação,

Muitas pessoas com artrite tomam medicamentos anti-inflamatórios não-esteroides, como o ibuprofeno (Advil, Motrin e outros), para alívio da dor. É importante saber que uso prologado desses medicamentos traz alguns riscos e que também existem remédios alternativos.

Artrite e doença cardíaca

Muitos se surpreendem ao saber que pessoas com osteoartrite apresentam maior risco de doença cardiovascular. Um grande estudo recente publicado na Arthritis and Rheumatology mostrou que, em comparação com aquelas sem artrite, pessoas com osteoartrite têm um risco 14% maior de acidente vascular cerebral, um risco 17% maior de doença cardíaca coronária (ataque cardíaco) e um risco 42% maior de insuficiência cardíaca congestiva. Mas por que isso acontece?

Culpa dos medicamentos

Grande parte desse risco aumentado de doença cardiovascular parece ser devido aos medicamentos que as pessoas com artrite comumente tomam para a dor – medicamentos anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs), como o ibuprofeno e o naproxeno. O efeito colateral da doença cardíaca foi notado pela primeira vez após o uso generalizado do AINE rofecoxibe (Vioxx). Este medicamento foi retirado do mercado em 2004, mas estima-se que tenha causado 140.000 ataques cardíacos nos EUA nos últimos cinco anos em que foi vendido.

Maior risco de complicações cardíacas

Logo foi descoberto que outros medicamentos AINE também apresentavam maior risco de complicações cardíacas, mas não tão graves ou comuns quanto o Vioxx. Ainda assim, os outros AINEs oferecem risco: este estudo mostrou que 41% do aumento do risco de doença cardíaca em pacientes com osteoartrite parecem ser devidos ao uso prolongado de AINEs.

Resumo de AINEs e doenças cardíacas:

— O risco de doença cardíaca (incluindo ataques cardíacos) aumenta mesmo após algumas semanas de utilização diária de AINEs.

— Quanto maior a dose, e quanto mais tempo a medicação é tomada, maior o risco.

— O risco é maior para pessoas que já têm alguma doença cardíaca.

Para diminuir o risco de complicações cardíacas:

— Use AINEs na dose mais baixa que seja eficaz e por períodos mais curtos, se possível.

— Não tome mais de um tipo de AINE por vez.

— Esteja ciente das alternativas aos AINEs: paracetamol (Tylenol e outros) e aspirina. O Tylenol não tem efeitos colaterais cardíacos, mas se tomado em excesso, ou com álcool, pode causar problemas no fígado. E, enquanto o paracetamol é bom para a dor, ele não tem propriedades anti-inflamatórias, por isso pode não ser tão eficaz como AINES para a dor da artrite.

— Aspirina é uma boa alternativa aos AINEs, mas tenha cuidado com possíveis irritações estomacais, incluindo o sangramento do estômago em algumas pessoas.

— Se tiver que tomar AINEs a longo prazo, tente “tirar uma semana de férias” ocasionalmente, usando aspirina ou Tylenol.

Converse com seu médico sobre sua situação. Para a saúde do seu sistema cardiovascular, limite o uso de AINEs, se puder.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a ProcuraMed.com

Leia também na ProcuraMed:

Outra razão para evitar antibióticos quando se está com gripe

Alerta sobre o uso de remédios para dormir

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Este artigo é relacionado a especialidade Reumatologia. A lista abaixo são de médicos relacionados a esta especialidade.

VEJA MAIS MÉDICOS