como evitar o coronavirus

Quatro medidas para evitar o coronavírus

Infectologia,

Desde o início de 2020, o coronavírus tem causado alarme em todo o mundo. Os casos na América do Sul têm sido muito menores que no Hemisfério Norte, o que pode deixar os brasileiros mais felizes, mas não menos atentos.

É possível que o coronavirus tenha mais dificuldade para sobreviver em um clima mais quente. Também pode ser apenas uma questão de tempo até que muitos outros casos sejam diagnosticados aqui. Portanto, embora até agora possamos nos sentir mais seguros, devemos estar preparados. No post de hoje trazemos quatro maneiras básicas de reduzir o risco de infecção.

Quem tem risco maior de infecção?

O grupo que precisa estar mais atento é formado por pessoas com mais de 60 anos e pessoas com condições crônicas de saúde – câncer, diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares ou pulmonares ou com o sistema imunológico debilitado. Enquanto 80% das pessoas infectadas não apresentam sintomas ou têm apenas sintomas leves, as pessoas idosas ou com condições crônicas de saúde têm um risco maior de desenvolver pneumonia potencialmente fatal.

Quatro maneiras de reduzir o risco de coronavírus

1) Suas mãos são a ponte do vírus: lave-as

Na maioria dos casos, o vírus infecta seu corpo não a partir de partículas no ar, mas de vírus que você pega em suas mãos. Dessa forma, se você tocar nos olhos, nariz ou boca, o vírus poderá entrar em seu organismo e você será infectado.

A maneira adequada de lavar as mãos é: molhe, ensaboe generosamente, esfregue, enxágue e seque. Uma lavagem rápida não é suficiente; uma lavagem adequada leva cerca de 20 segundos. Esfregue todas as superfícies, incluindo os espaços entre os dedos, as áreas das unhas, a parte superior da mão, a palma e o pulso.

Qualquer sabão é adequado para higienizar as mãos. Caso não tenha sabão disponível, use apenas álcool gel (com pelo menos 60% de álcool), que você já pode ter contigo ou pedir emprestado para um amigo. Use-o generosamente em todas as superfícies e deixe secar — isso também leva cerca de 20 segundos para ser feito corretamente. Mas, se não tem sabão nem álcool gel, lave bem as mãos com água em abundância e seque com uma toalha de papel.

Em banheiros públicos, prefira usar toalhas de papel ao secador de ar. Use a toalha com vigor, depois use-a para fechar a torneira e abrir a porta, pois a maioria das pessoas toca na maçaneta sem lavar adequadamente as mãos. Portanto, mesmo após a lavagem, se você tocar a porta ou a maçaneta com as mãos, poderá se contaminar novamente.

Lave frequentemente as mãos quando estiver em locais públicos, antes e depois de comer e de usar o banheiro. Lembre-se também de lavar e higienizar as mãos após tocar superfícies públicas, como telas autoatendimento (como de caixa eletrônico), utensílios de restaurante, botões de elevador, bancos e mobiliários de metrô e equipamentos de ginástica.

2) Não toque o rosto (olhos, nariz, boca)

Pode parecer difícil, mas é muito importante que você evite tocar nas áreas dos olhos, nariz e boca. É improvável que uma máscara proteja você totalmente contra o vírus, mas pode valer a pena utilizá-la se ela lhe ajudar a lembrar de não tocar o rosto. Se você realmente precisar tocar nessa região, verifique se as mãos estão lavadas ou use um lenço de papel como barreira.

3) Distanciamento social

Evite multidões o máximo que puder e, se alguém parecer doente, mantenha-se a pelo menos 1 metro de distância. Evite viagens aéreas desnecessárias, ônibus lotados, eventos esportivos ou até festas se você estiver em um grupo de risco vulnerável ao coronavírus. Fique mais em casa. Em vez de apertar as mãos ou beijar como uma saudação, tente outra coisa, como um aceno ou um sinal com a cabeça, deixando claro que você não está sendo frio, apenas cauteloso.

4) Medicamentos importantes

Muitos medicamentos têm componentes fabricados na China, portanto, seu suprimento pode ficar limitado no futuro. Planeje com antecedência o uso, especialmente se você toma remédio (ou precisa de equipamento médico) para pressão arterial, coração, diabetes ou pulmões. Seria prudente comprar quantidade suficiente para alguns meses, se ocorrer uma escassez. Também soa adequado comprar sabão e álcool gel para as mãos – tenha um frasco pequeno para levar no bolso ou bolsa e outro maior para colocar perto da entrada da sua casa.

Embora essas medidas não garantam que você fique absolutamente livre de infecção, quanto mais conscientemente você tomar essas precauções, menor a probabilidade de adoecer com coronavírus.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a ProcuraMed.com

Leia também na ProcuraMed:

Tratamento com antiretrovirais impede transmissão de HIV entre casais

A epidemia de sífilis: o que você precisa saber

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Este artigo é relacionado a especialidade Infectologia. A lista abaixo são de médicos relacionados a esta especialidade.

VEJA MAIS MÉDICOS