andar de forma mais segura em patinetes elétricos

Como andar de forma mais segura em patinetes elétricos

Geral,

Se você mora em uma cidade razoavelmente grande, no Brasil ou nos EUA, provavelmente já viu pessoas se locomovendo rapidamente em patinetes elétricos. É uma tendência que aparentemente explodiu da noite para o dia. Muitas pessoas e prefeituras não têm certeza sobre o que fazer sobre esse fenômeno, especialmente com a questão da segurança.

Os patinetes elétricos são uma tendência com um potencial grande para ajudar a aliviar congestionamento das grandes cidades. Além disso, muitas pessoas acham que é uma maneira divertida de se locomover. Mas, assim como fazemos com carros, motos e bicicletas, em algum momento precisamos discutir segurança. Isso é importante para o operador do patinete bem como para carros e pedestres que compartilham o mesmo espaço.

Os patinetes elétricos são seguros?

“Patinetes elétricos levam muitos pilotos para salas de emergência com lesões” foi uma manchete recente no USA Today. O artigo citou um estudo publicado por pesquisadores do Centro Médico da Universidade da Califórnia (Los Angeles) que mostrou que havia mais pessoas tratadas por acidentes de patinetes elétricos que com acidentes de bicicleta ou acidentes durante a caminhada.

Durante um período de um ano, a sala de emergência mencionada pelo estudo tratou 118 pessoas que sofreram acidentes de bicicleta, 181 lesões relacionadas com a caminhada e 249 ferimentos relacionados a patinetes. Trinta por cento das lesões adquiridas com o uso de patinetes elétricos foram fraturas ósseas e 40% tiveram ferimentos na cabeça. Muitos pilotos relataram que os patinetes não funcionavam corretamente e que foram jogados para fora enquanto estavam em alta velocidade.

As empresas de patinetes elétricos responderam alegando que havia mais lesões de patinetes do que bicicletas porque eles são mais populares naquela parte de Los Angeles. Também alegaram que menos de 1% dos passeios de patinete elétrico acabam em acidentes, e que se essas pessoas não estivessem em patinete, estariam em bicicletas, motos ou carros, e também propensas a acidentes.

Os pesquisadores alertam que os pilotos de patinetes não estão realmente cientes dos riscos de andar desprotegidos em velocidade relativamente alta, e que se eles caírem sem equipamento de proteção, provavelmente ficarão feridos. Quando andam na calçada, também colocam os pedestres em risco – pessoas mais velhas, com animais de estimação ou carrinhos de bebê apresentam riscos adicionais.

Para diminuir o risco de acidentes com patinetes elétricos

• Saiba como os controles funcionam antes de começar a andar.

• Não ande se o patinete elétrico parecer defeituoso, por exemplo, com os freios.

• Uma pessoa de cada vez. O risco de acidentes dobra quando se dá caronas.

• Evite andar na chuva ou no chão molhado.

• Fique em ciclovias, se puder.

• Se você tiver que andar à noite, use luzes e use roupas de cores claras para que possam lhe fazer ser visto.

• Ande no pavimento liso e tenha atenção aos bueiros.

• Se você tiver que andar na rua, fique especialmente alerta aos cruzamentos e quando passar por carros estacionados – eles podem inesperadamente ter uma porta aberta e acertar você.

• Não ande distraído com seu celular, fones de ouvido ou depois de beber.

• A maneira mais segura de se proteger é usar um capacete de boa qualidade e bem ajustado (junto com um equipamento de proteção semelhante ao que se usa com patins, como cotoveleiras).

Atualmente, poucas pessoas estão usando capacete ou outro equipamento de proteção quando andam de patinete elétrico, mas provavelmente seu uso aumentará à medida que as pessoas começarem a ouvir mais sobre ferimentos.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a Procuramed.com

Leia também na ProcuraMed:

O que acontece quando você tira férias dos exercícios?

Por que a corrida é um ótimo exercício para as mulheres?

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Este artigo é relacionado a especialidade Ortopedia e Traumatologia. A lista abaixo são de médicos relacionados a esta especialidade.

VEJA MAIS MÉDICOS