Prevenção e tratamento do mau hálito

Prevenção e tratamento do mau hálito

Gastroenterologia

Em nosso último post, mencionamos 11 causas comuns de mau hálito. Hoje, vamos discutir prevenção e tratamento. A lista a seguir está ordenada partindo das soluções mais simples para as mais complexas.

Prevenção e tratamento do mau hálito

Melhorar a higiene bucal

  • Escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia após as refeições
  • Escove por pelo menos dois minutos e todas as superfícies dos dentes; concentre-se especialmente onde a gengiva encontra o dente
  • Passe fio dental uma ou duas vezes por dia. A escovação limpa apenas 60% da superfície do dente
  • Troque sua escova de dentes a cada 3 ou 4 meses
  • Consulte seu dentista para uma profilaxia pelo menos duas vezes por ano
  • Use uma escova de dentes separada (ou um raspador de língua) para limpar a língua diariamente
  •  Após a escovação e antes de dormir, use um enxaguatório bucal com flúor, mas sem álcool
  • Limpe todos os aparelhos dentários, conforme recomendado pelo seu dentista
  • Beba muita água

Se você estiver desidratado, o fluxo de saliva diminuirá. Um bom fluxo salivar, juntamente com uma boca limpa, é a melhor defesa contra o mau hálito.

Mastigue chiclete sem açúcar

Qualquer goma ou pastilha que você goste é provavelmente boa contra o mau hálito, contanto que o rótulo diga que é sem açúcar. Elas ajudam porque aumentam o fluxo salivar. Se o rótulo diz que contém xilitol, isso é uma vantagem, porque o xilitol inibe as bactérias orais.

Não fumar

Se você não abre mão de fumar, será muito mais difícil resolver este problema.

Evite certos alimentos

Alho, cebola e alimentos picantes favorecem o mau hálito. Depois de beber café, escove os dentes e beba muita água. Tome cuidados com a ingestão de álcool. Reduza o consumo de alimentos açucarados, que atraem bactérias entre os dentes. Conforme discutimos, certas dietas também podem piorar seu hálito.

Coma alimentos benéficos

Alguns alimentos favorecem a saúde bucal e auxiliam na redução do mau hálito:

  • Salsa contém clorofila, um ambientador natural
  • Sementes de funcho
  • Iogurte sem açúcar com culturas ativas
  • Chá verde contém catequina, um forte antioxidante que diminui a presença bacteriana
  • Maçãs, frutas em geral (especialmente melões), cenoura crua, aipo ou pepino. A rugosidade e a fibra atuam como uma escova de dentes natural enquanto você mastiga. Algumas pessoas sentem alívio ao comer ervas como gengibre.

Faça um checkup completo

Como discutimos, várias infecções crônicas ou outras condições médicas podem levar ao mau hálito. Se o mau hálito persistir, faça um check-up com os testes de laboratório, conforme necessário.

Verifique se você não tem problemas de estômago ou esôfago

Se você suspeitar de refluxo ácido, um distúrbio esofágico ou do estômago, converse com seu médico gastroenterologista. Às vezes, o refluxo ácido pode ser um problema silencioso, e o principal sintoma pode ser o mau hálito.

Desentupa o nariz

Se você tem alergias ou uma obstrução anatômica que está bloqueando seu nariz, considere ver um otorrinolaringologista. Não use os descongestionantes nasais comumente comprados. Eles funcionam bem por alguns dias, mas depois disso, você pode acabar “viciado”. O melhor é consultar um especialista para encontrar a raiz do problema.

Lembre-se de que o mau hálito pode ter várias causas em uma pessoa. Assim, você pode ter que fazer a maioria ou todas essas medidas para melhorar sua situação. Se nada disso ajudar, volte ao seu dentista e ao médico e peça que olhem mais profundamente. Ver um gastroenterologista, endocrinologista ou otorrinolaringologista também pode ser razoável.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a Procuramed.com

Leia também na ProcuraMed:

12 alimentos que ajudam a prevenir e aliviar a constipação

Alimentos e bebidas que ajudam a combater o refluxo

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Estes são alguns médicos recomendados na ProcuraMed.

VEJA MAIS MÉDICOS