a força do aperto de mão e a condição de saúde

A relação entre a força do aperto de mão e a condição de saúde

Fitness, ,

Quando damos um aperto de mão, especialmente em um ambiente de negócios, acabamos com uma impressão sobre a outra pessoa. Um aperto forte tende a significar que a pessoa é forte e resistente, e um aperto fraco implica o contrário. Curiosamente, pesquisas médicas mostram que a força do aperto de mãos também fornece informações importantes sobre a saúde geral da pessoa.

Pesquisa no Reino Unido sobre aperto de mãos

Pesquisas médicas anteriores mostraram que pessoas com um forte aperto de mão são mais resistentes a uma variedade de doenças. Então, a partir de 2007, um grupo de pesquisadores da Universidade de Glasgow (Escócia) decidiu fazer um enorme estudo para saber até que ponto a força do aperto de mão se correlacionava com a saúde.

Eles convidaram cerca de 9 milhões de pessoas, com idades entre 40 e 69 anos, a participarem de seu estudo. Um total de 503.628 pessoas da Inglaterra, Escócia e País de Gales concordaram em participar. Cada pessoa teve a força do aperto de mão medida com um dinamômetro. Outras medições físicas também foram feitas e, nos sete anos seguintes, as doenças adquiridas e identificadas foram acompanhadas, incluindo cardiovasculares, pulmonares e câncer, bem como o risco geral de morte durante o estudo.

Resultados

Este grande estudo concluiu que, sim, a força do aperto de mão era um bom indicador de quão saudável a pessoa seria nos anos seguintes. E como esse foi um estudo tão grande, os pesquisadores conseguiram obter descobertas mais específicas. Descobriram que para cada 5 kg de redução na força máxima do aperto de mão havia uma chance 17% maior de morrer por qualquer causa durante o estudo, incluindo doença cardíaca e derrame.

Eles também descobriram que um aperto mais forte significava um risco significativamente menor de doença pulmonar, incluindo enfisema e todos os tipos de câncer.

Por que o aperto de mão forte está relacionado à boa saúde?

Este estudo e outros mostraram que a força do aperto de mão correlaciona-se bem com a força total do corpo (especialmente das pernas) e com a massa muscular. Ou seja, uma pegada mais forte significa que a pessoa tem uma massa muscular maior.

Os pesquisadores também descobriram que a força do aperto de mão se correlacionava com o estado nutricional da pessoa. A pessoa com um aperto mais forte tendia a comer mais proteína, vitamina D, alimentos com antioxidantes e peixe gordo.

Pessoas com uma massa muscular maior (em vez de uma porcentagem maior de gordura) são mais resistentes porque os músculos agem como uma reserva de nutrientes quando estamos doentes. De acordo com o Dr. Darryl Leong, cardiologista da McMaster University (Canadá), “a força muscular é um indicador de sua capacidade de suportar doenças. Quando você é mais forte e fica doente, você tem reservas que podem ajudar a combater a doença”, diz ele. “Sem força muscular, suas chances são significativamente mais baixas.”

Então eu deveria exercitar meu aperto de mão?

Exercitar apenas a força nas mãos não irá ajudará muito. No estudo, as pessoas com um forte aperto de mão tinham uma massa muscular maior em geral, e é para isso que devemos trabalhar. Mais músculos irão proteger você quando adoecer ou ficar incapacitado. Preservar a força muscular à medida que envelhece é uma chave importante para o envelhecimento bem-sucedido.

Você pode querer rever nossos posts recentes sobre sarcopenia (fraqueza muscular à medida que envelhecemos). De todo modo, levantar pesos livres, máquinas de exercícios ou elásticos de resistência, combinadas com a ingestão adequada de proteínas, podem ser muito úteis para sua massa magra e para sua saúde.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a ProcuraMed.com

Leia também na ProcuraMed:

O que é sarcopenia, a “nova osteoporose”?

Prevenção e tratamento da sarcopenia

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Este post é relacionado as especialidades Geriatria, Medicina Esportiva. A lista abaixo são de médicos relacionados a estas especialidades.

VEJA MAIS MÉDICOS