gelo em uma lesão esportiva pode não ser o melhor tratamento

Usar gelo em uma lesão esportiva pode não ser o melhor tratamento

Fitness,

Se você pratica esportes coletivos, você deve conhecer o conselho padrão: para entorse de músculo ou articulação, aplique gelo o mais rapidamente possível para reduzir o inchaço. Porém, esse conselho pode não ser muito bom.

O gelo é um dos quatro tratamentos fundamentais para entorses musculares ou articulares. “RGCE” (repouso, gelo, compressão, elevação – RICE, da sigla em inglês) tem sido o tratamento aceito há mais de 40 anos. Mas agora, até mesmo o médico que cunhou o termo RICE (em seu best-seller Sportsmedicine Book,1978), Dr. Gabe Mirkin, desencoraja o uso de gelo! Ele escreveu recentemente: “É perfeitamente bom usar gelo se você quiser, mas perceba que isso está atrasando a cura”.

Então o especialista mudou a recomendação?

Sim. Ele costumava acreditar que o gelo era bom para a lesão, mas agora ele diz que não é. Essa capacidade de mudar, com base em estudos mais recentes, é um sinal de um bom pesquisador e médico – uma força, não uma fraqueza.

Cura requer inflamação

Existem dois tipos de inflamação. A inflamação ruim é aquela que afeta o corpo todo, causada por alimentos ruins e um estilo de vida pouco saudável. Acredita-se que esta inflamação de todo o corpo leve a doenças como diabetes, obesidade e câncer.

No outro extremo, a inflamação boa ocorre em uma parte específica do corpo como resposta a uma lesão física.

Quando você tem uma lesão física, vários tipos de células de cura são desviadas para a área lesada e a cicatrização começa. Uma das células, o macrófago, libera um hormônio chamado “fator de crescimento semelhante à insulina” (IGF-1). Este hormônio inicia o processo de cura. Quando o gelo é usado no local para redução do inchaço, “atrasa a cura, impedindo o corpo de liberar o IGF-1”, alerta o Dr. Mirkin.

O que o gelo faz

Além de diminuir a liberação de IGF-1, o gelo estimula os nervos simpáticos na área. Isso faz com que os vasos sanguíneos sob o gelo se contraiam, enviando sangue para outras áreas do corpo. Uma vantagem do gelo é que, após o choque inicial na pele, ele adormece a dor, o que é útil em alguns casos em que a dor limita o movimento. Mas esse fechamento do fluxo sanguíneo para a área lesada também reduz a chegada das importantes células inflamatórias de cura.

Colocar gelo em lesões é ruim?

Apesar de pesquisas mostrarem que o gelo pode retardar a cura, muitas pessoas acreditam no gelo e continuarão a usá-lo. Não há problema nisso. Os pesquisadores afirmam que o gelo vai temporariamente anestesiar a dor e que há um forte efeito placebo com o gelo. Ou seja, se uma pessoa realmente acredita que algo está ajudando, isso vai ajudá-la a se sentir melhor.

Então, se você realmente quiser usar gelo nas primeiras horas após uma lesão, faça isso. No entanto, da próxima vez que você tiver uma entorse, considere deixar de fora a parte de gelo da rotina do RICE. Embora possa ser angustiante ver o inchaço inicial, saiba que esse inchaço significa que muitas células de cura estão chegando. Estas são as primeiras formas de seu corpo iniciar o processo de cura.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a Procuramed.com

Leia também na ProcuraMed:

O ombro: conhecendo a Lesão do Manguito Rotador

Maior ingestão protéica ajuda na proteção dos ossos e músculos

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Este artigo é relacionado a especialidade Ortopedia e Traumatologia. A lista abaixo são de médicos relacionados a esta especialidade.

VEJA MAIS MÉDICOS