reduzir a ingestão de álcool

Uma maneira prática de reduzir a ingestão de álcool

A maioria das pesquisas médicas chegou à conclusão de que beber até uma quantidade “moderada” de álcool pode ser saudável, particularmente em relação à redução do risco de doença cardíaca. Mas todas concordam que beber demais é ruim para a saúde.

Em vez de melhorar a saúde do nosso coração, o consumo excessivo de álcool prejudica o músculo cardíaco e os vasos sanguíneos. Isso também aumenta o risco de pressão alta e vários tipos de câncer. O álcool, rico em calorias e pobre em nutrição, aumenta também nosso risco de obesidade, danos ao fígado e, se não tivermos cuidado, podemos nos tornar viciados.

O Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS) acaba de lançar um programa para incentivar as pessoas a beber menos. O NHS diz que o maior grupo de risco são as pessoas de 45 a 65 anos, que podem, com o passar dos anos, aumentar lentamente a ingestão de álcool e entrar em uma zona de perigo. O novo programa do NHS é chamado Dias Livres da Bebida.

Dias Livres da Bebida

A ideia é muito simples. O NHS reconhece que muitas pessoas sempre irão beber, então o objetivo é ajudá-las a manter sua ingestão semanal dentro de limites saudáveis. O novo programa incentiva as pessoas a designar pelo menos 2, e de preferência 3 ou mais dias por semana, em que não irão beber álcool. A pesquisa que baseou o programa mostra que este é um plano muito factível para a maioria das pessoas que, ao longo dos anos, passaram a beber mais do que o considerado saudável.

Quanto álcool é demais?

Existem várias fórmulas, mas as diretrizes de saúde mais aceitas são: homens devem limitar sua ingestão a não mais do que 14 drinques por semana, e mulheres (e homens acima de 65 anos) devem limitar a não mais que 7 por semana. Esse consumo total deve ser distribuído por pelo menos 3 dias da semana. Quanto menos por dia, melhor.

Um drinque é geralmente definido como uma cerveja ou um copo de vinho (150 ml). Para bebidas destiladas, como vodca ou uísque, com cerca de 40% de álcool, a definição cai para uma dose de 45 ml.

Também é muito importante lembrar que, para conservar a saúde do feto, as mulheres grávidas devem evitar qualquer quantidade de álcool.

Benefícios da limitação do consumo de álcool

Menos calorias, menos obesidade

Menor risco de pressão alta, derrame e doença cardíaca

Menor risco de desenvolver pelo menos 7 tipos de câncer

Menor risco de doença hepática

Melhor qualidade do sono

Melhor desempenho sexual para homens

Menor risco de acidentes

Menor risco de perder a carteira de motorista

Menor risco de se tornar viciado

Menos problemas com interações medicamentosas

Maior expectativa de vida

Como fazer isso

A pesquisa do NHS britânico mostrou que os Dias Livres da Bebida é uma forma prática de as pessoas limitarem o consumo de álcool. Escolha pelo menos 2, e de preferência 3 ou mais dias, em que você não irá beber nada. Tenha cuidado para não usar isso como uma desculpa para beber mais nos demais dias. Seja esperto. O álcool tem uma interação complexa com a sua saúde. Um pouco é bom, mas muito, não. Definir dias da semana sem bebida é uma maneira de ajudar você a se manter dentro de um limite saudável!

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a Procuramed.com

Leia também na ProcuraMed:

Diminuir consumo de álcool pode ajudar a controlar a TPM

Como escapar da epidemia de refluxo ácido

Esta postagem também está disponível em: Inglês