Jovens e idosos se conectam

Jovens e idosos se conectam durante a quarentena e a mágica acontece

Comportamento, ,

Passamos por um momento especial. A maior parte do tempo durante a pandemia pode parecer horrível e de privações, mas se formos inteligentes, podemos encontrar algumas coisas boas que a quarentena pode nos trazer – como estar mais perto de nossa família e entes queridos.

Uma pessoa sábia foi perguntada recentemente sobre qual seria a pior coisa que poderia acontecer durante essa pandemia. Sua resposta foi: não tirar proveito dessa oportunidade única na vida. Ou seja, podemos usar esse tempo de dificuldades para crescer como pessoas, para nos tornarmos emocionalmente mais fortes, mais inteligentes ou mais amorosos.

Uma iniciativa que pode ser avaliada como exemplo nesse sentido é um projeto patrocinado por uma igreja episcopal nos EUA. Por meio desse projeto, adolescentes da escola St. Stephen’s e St. Agnes estão se conectando com adultos que vivem em uma comunidade de aposentados perto de Washington, DC. 

Valentina Raman, diretora da escola, observou que os idosos ficaram presos, sem contato físico externo desde o início do isolamento social. Também percebeu que os alunos estavam sofrendo. “Havia uma necessidade mútua. Nossos alunos também estavam sentindo os efeitos de não poderem ver seus amigos; eles também sentiram a solidão e o isolamento do momento”, afirma.

Assim, foi estabelecido um programa de teste que conectava os alunos a voluntários da comunidade de aposentados. Cada participante escreveu algumas linhas de texto sobre o que estava procurando e os pares foram combinados. Eles começaram a se comunicar por telefone, texto, e-mail, Zoom ou Skype, dependendo da ferramenta que a pessoa idosa se sentisse mais confortável.

Curiosamente, muitos dos pares se comunicavam por telefone. Como alguns dos participantes mais velhos não tinham telefone celular, acabavam usando telefones fixos. As crianças acharam isso fascinante, quase exótico, pois algumas nunca haviam conversado com alguém que só tinha um telefone fixo. Falar por telefone, e não por texto, era estranho para alguns. Mas todos se ajustaram e os resultados foram surpreendentes para cada um dos 28 pares. 

Muitos dos pares conversam algumas vezes por semana, alguns todos os dias. A mãe de uma das alunas, Callie, comentou: “Eu não consigo pensar em ninguém com quem Callie tenha passado tanto tempo no telefone. Na mesa de jantar, Callie conversa sobre coisas que ela e a sra. Gillespie falaram durante o dia. É possível ver entusiasmo após cada conversa.” 

A experiência mostrou que os alunos ficam fascinados por ouvir o que os idosos passaram ao longo da vida. Ao mesmo tempo, as pessoas idosas adoram ouvir as novas perspectivas de vida dos alunos. Enquanto alguns alunos se comunicam regularmente com seus próprios avós, eles dizem que gostam de ter um ponto de vista de uma pessoa idosa fora do seu círculo familiar, alguém que dá perspectivas diferentes e, às vezes, conselhos. Os resultados da experiência foram tão positivos que existe uma lista de espera de alunos que desejam participar.

E o projeto não pretende parar com o fim da pandemia. O plano é que, assim que a quarentena termine, seja realizada uma festa para que todos os participantes possam se encontrar pessoalmente. Valentina Raman também pensa em expandir o programa para novas escolas, mesmo após o isolamento social. “Essa é uma maneira simples e significativa de promover o relacionamento intergeracional. A esperança é que plantemos sementes para que algo ainda maior cresça e mudemos para uma sociedade mais conectada e mais solidária, mesmo além deste momento”, afirma.

Quer saber mais sobre esse projeto? Leia no artigo do Washington Post (está em inglês, mas é possível ler em português usando o Google Translate).

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a ProcuraMed.com

Leia também na ProcuraMed:

Beijo seguro e outras atividades durante a pandemia de COVID-19

Tipos de tratamentos de COVID no Brasil e a situação atual

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Este post é relacionado as especialidades Infectologia, Psiquiatria. A lista abaixo são de médicos relacionados a estas especialidades.

VEJA MAIS MÉDICOS