Como lidar com o esgotamento

Como lidar com o esgotamento em tempos de COVID-19

Comportamento, ,

A pandemia tem nos levado a uma situação nova e assustadora. Inesperadamente, acabamos obrigados a conviver com uma doença desconhecida, que nos afasta das pessoas e nos faz viver na incerteza. Por exemplo: apesar da promessa, aparentemente não teremos uma vacina contra a COVID-19 pronta em setembro. O resultado é que muitas pessoas acabam se sentindo esgotadas emocional e mentalmente.

Mais comumente associado à insatisfação no trabalho, o burnout também tem sido recorrente em muitas pessoas pressionadas pelas mudanças causadas pela pandemia. Toda essa situação de incerteza, insegurança e tensão tem levado pessoas ao esgotamento. Mas como reconhece-lo?

Sintomas comuns de burnout

• Sentir-se física ou emocionalmente exausto

• Não ser capaz de lidar com tarefas normais

• Ficar aborrecido facilmente

Trabalhar em casa, ou não trabalhar, é estressante, especialmente se durar muito tempo. E uma das piores partes dessa situação é a incerteza – não sabemos quando isso tudo vai acabar. Podemos ficar presos em casa com pessoas das quais nos cansamos e das quais precisamos dar um tempo, enquanto outros estão em casa sozinhos e solitários.

O que podemos fazer para o esgotamento

Primeiro, reconheça que você não está sozinho. Muitas pessoas, especialmente aquelas que estavam à beira do esgotamento antes da pandemia, entraram em modo de esgotamento total. Saiba que essa situação não é peculiar, e reconhecer que muitos outros estão passando pelos mesmos sentimentos, pode ajudar.

Segundo, saiba que isso é temporário. Depois que isso acabar, nossas vidas provavelmente serão alteradas para sempre, mas nossas liberdades retornarão. O caminho para a normalidade, entretanto, não será fácil. Haverá momentos em que as coisas vão melhorar, seguidos de períodos de recuo e decepção, mas a tendência será de melhora. Algum dia, isso vai acabar.

Terceiro: se você pode fazer algumas mudanças positivas durante este tempo, faça. Mas não se sinta culpado se não puder. Algumas pessoas estão usando esse tempo para experimentar um novo hobby, melhorar uma língua estrangeira ou se exercitar de uma nova maneira. Considere se você pode usar esse tempo para ganhar alguma nova habilidade ou conhecimento, mas, se não puder, não se culpe por isso. Para algumas pessoas, apenas sobreviver já é uma importante conquista.

Quarto: encontre pelo menos uma pessoa com quem você possa conversar e compartilhar. Pode ser um amigo de infância com quem você não fala há anos ou alguém que você conheceu recentemente. Apenas falar sobre sua experiência com alguém que se importa pode fazer maravilhas pelo seu humor e estado de espírito. Encontre uma pessoa, ou se puder, algumas pessoas, e compartilhe o que você está passando – suas frustrações e fracassos e como você está lidando com eles. Exercitar a empatia, com você e com outras pessoas, é uma das melhores coisas que você pode fazer nesse momento.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a ProcuraMed.com

Leia também na ProcuraMed:

6 princípios para um melhor distanciamento social

Aprenda a se prevenir do COVID em restaurantes e no transporte público

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Este post é relacionado as especialidades Infectologia, Psiquiatria. A lista abaixo são de médicos relacionados a estas especialidades.

VEJA MAIS MÉDICOS