ansiedade induzida por cafeína

Você tem transtorno de ansiedade induzida por cafeína?

Comida

Apesar de todos os benefícios que o café pode trazer para a saúde, não são todas as pessoas que conseguem usufruir delas no dia a dia. Algumas, mesmo sem saber, podem acabar estimuladas em excesso, no chamado transtorno de ansiedade induzido pela cafeína. Mas como identifica-lo?

O café é uma das bebidas mais saudáveis ​​de todas. Pesquisas mostram que ele diminui o risco de doenças neurológicas, como Parkinson e, provavelmente, o Alzheimer. Pessoas que bebem café também desfrutam de um risco menor de doença cardíaca; acidente vascular encefálico; diabetes; doença respiratória, hepática e renal crônica; e certos tipos de câncer.

Mas o café com cafeína tem desvantagens para algumas pessoas. Há quem acabe com problemas de estômago ou intestinais, com nervosismo e problemas para dormir, ou ainda se torne mais ansioso e irritável.

E muitas pessoas podem não estar cientes de que é o café o fator contribuinte para esses problemas. Por exemplo, uma pessoa que toma café pela manhã e, em seu trajeto diário, pode acabar pensando que o trânsito a deixa ansiosa, quando na verdade é a cafeína.

A cafeína é uma droga

A cafeína é a substância psicoativa mais amplamente utilizada no mundo. É classificada como medicamento, pois funciona no sistema nervoso central, pode ter efeitos colaterais e até ser mortal em altas doses (mais de 75 xícaras em uma sessão). Semelhante a outras drogas, muitas pessoas desenvolvem uma dependência leve do café.

Efeitos da cafeína

A cafeína, encontrada no café, chá, chocolate, bebidas energéticas e em alguns medicamentos para dor de cabeça, estimula muitos sistemas no corpo. Isso nos dá mais energia, aumenta temporariamente a pressão arterial e a frequência cardíaca, e pode causar sudorese.

Ela também nos deixa mais alertas, bloqueando a ação da adenosina química. A adenosina nos deixa sonolentos, mas a cafeína se liga aos “receptores de adenosina” em nosso cérebro e bloqueia a sonolência. Muitas pessoas também notam melhor concentração e memória depois do café.

Transtorno de ansiedade induzida por cafeína

O transtorno de ansiedade induzida pela cafeína é um diagnóstico médico reconhecido e sua suscetibilidade depende da composição genética de cada pessoa. Quem tem sentirá, mais do que a maioria, os efeitos estimulantes do café.

O rápido batimento cardíaco, suor, irritabilidade e agitação fazem algumas pessoas pensarem que estão tendo um ataque de pânico, mas pode ser apenas a cafeína. E isso pode afetar significativamente pessoas propensas à ansiedade ou ao pânico que, quando experimentam esses sintomas, podem ficar ainda mais irritadas e agitadas.

Recomendações diárias

Se você está propenso a ansiedade ou ataques de pânico, você deve ter muito cuidado com a cafeína, de qualquer fonte. A recomendação atual para a pessoa média, não ansiosa, é limitar a ingestão de cafeína a 400 mg. por dia (cerca de 4 xícaras de café).

No entanto, se você está propenso a ansiedade, você deve manter o valor abaixo de 200mg. por dia. Se até mesmo isso for demais, beba menos ou beba café descafeinado. Felizmente, os bons efeitos do café para a saúde podem ser obtidos também com café descafeinado (que acaba tendo uma pequena quantidade de cafeína.)

O que fazer

Para descobrir se você tem “transtorno de ansiedade induzida por cafeína”, tente manter um diário alimentar por 5 a 7 dias. Marque qualquer cafeína que você consumir, de qualquer fonte, e faça um gráfico comparando com seus sintomas.

E, mesmo se você não tiver este transtorno, sempre considere o chá como alternativa. Ele também é muito rico em antioxidantes e benefícios para a saúde, com cerca de metade ou menos da cafeína contida no café.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a Procuramed.com

Leia também na ProcuraMed:

Como o café ajuda a proteger seu cérebro

Novos estudos sobre o café e a saúde

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Estes são alguns médicos recomendados na ProcuraMed.

VEJA MAIS MÉDICOS