Sempre com fome

Sempre com fome? Aqui estão 11 razões possíveis

Comida, ,

A fome é determinada por vários fatores. Alguns são sinais hormonais enviados do estômago e intestinos para o cérebro e outros dependem dos níveis de açúcar e nutrientes no sangue. Há, ainda, fatores psicológicos.

A maioria das pessoas consegue passar algumas horas sem comer entre as refeições, mas há outras que sentem fome o tempo todo. Aqui estão algumas razões possíveis.

Razões comuns para a fome constante

Não dormir o suficiente

A qualidade do nosso sono influencia muito em vários aspectos de saúde, incluindo obesidade e fome. Se você se privar do sono, seu corpo secreta mais grelina, o principal hormônio da fome. Estudos mostram que pessoas carentes de sono, quando têm a opção entre alimentos saudáveis ​​ou com alto teor de gordura e de açúcar, optam por alimentos não saudáveis ​​e ganham peso.

Necessidade de beber mais água

Seu corpo pode estar com falta de água e seu cérebro pode confundir isso com a necessidade de comida. A água enche seu estômago e pode acalmar os desejos de fome. Para descobrir, em vez de um lanche, beba dois copos de água e veja se a sua fome diminui.

Ingestão inadequada de proteínas

A proteína leva mais tempo para digerir e nos mantém satisfeitos por mais tempo. A proteína também aumenta o nível do hormônio da saciedade, a leptina, e reduz os níveis de grelina. Estudos recentes sugerem que muitas pessoas, principalmente idosas, não estão ingerindo quantidade suficiente de proteína. Tente comer proteína de alta qualidade em cada refeição.

Falta de fibra

Alimentos ricos em fibras retardam o esvaziamento e a digestão do estômago e mantêm você satisfeito por mais tempo. Eles também liberam hormônios que controlam a fome. Os que melhor desempenham essas funções são os alimentos com fibras solúveis, como aveia, maçã e frutas cítricas, batata doce e feijão.

Deficiência de nutrientes

Algumas pessoas, talvez por causa de uma dieta, carecem de um ou mais macronutrientes, como carboidratos, proteínas ou gorduras. Uma dieta balanceada é composta por 45% a 65% das calorias diárias vindas de carboidratos, 20% a 35% de gorduras e 10 a 35% de proteínas. Com esse equilíbrio, é mais provável que você se mantenha satisfeito durante todo o dia.

Consumo de muitos açúcares simples

Os carboidratos simples, como farinha branca, refrigerante e doces, são absorvidos rapidamente, aumentando os níveis de açúcar no sangue. Isso causa uma grande liberação de insulina, que pode diminuir muito o açúcar no sangue, deixando você com fome de novo. Carboidratos complexos (como frutas, vegetais e grãos integrais) não causam essa grande liberação de insulina, por isso são uma alternativa mais saudável.

Excesso de alimentos líquidos

Alimentos líquidos, como smoothies, sopas ou shakes, às vezes são adotados como substitutos de refeição. Esses alimentos fornecem calorias, mas não satisfazem sua fome tanto quanto alimentos sólidos.

Consumo excessivo de álcool

O álcool inibe a liberação de hormônios que controlam o apetite, como a leptina. Assim, ingerir álcool antes ou durante uma refeição pode aumentar o apetite. O álcool também pode prejudicar seu autocontrole e liberar psicologicamente você para comer mais.

Estresse

O estresse crônico eleva os níveis de cortisol, aumentando o apetite. Estudos mostram que pessoas estressadas tendem a desejar mais junk food com mais frequência. Também há pessoas que acham que comer pode ajudar a diminuir o estresse.

Comer menos que seu nível de atividade

A fome constante também pode ser um sinal de que você também não está ingerindo calorias suficientes com base nos níveis de atividade. Especialmente se você se exercitar, caminhar, subir escadas ou apenas se movimentar bastante, é possível que a fome seja um sinal para você ingerir mais calorias nas refeições.

Condição médica ou medicação

Algumas condições médicas, como diabetes, depressão, hipertireoidismo ou hipoglicemia, podem causar fome crônica. Um bom exame físico, com exames de sangue, é sempre importante para conhecer melhor as causas de uma fome inexplicável. Além disso, alguns medicamentos podem fazer com que você deseje comida, então, uma visita ao médico é sempre um bom e importante investimento.

Para encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, vá até a ProcuraMed.com

Leia também na ProcuraMed:

Dieta com baixo teor de açúcar ajuda a tratar doença hepática gordurosa

8 dicas para maximizar os nutrientes das frutas e legumes

Esta postagem também está disponível em: Inglês

Médicos recomendados

Este post é relacionado as especialidades Clínica Médica, Endocrinologia. A lista abaixo são de médicos relacionados a estas especialidades.

VEJA MAIS MÉDICOS