Mais Saúde

Internautas estão usando mais a internet para avaliar médicos

Já se tornaram comuns na internet sites que avaliam e publicam opiniões de consumidores sobre carros, filmes, equipamentos eletrônicos. Mas e a recomendação de médicos? É possível ter uma avaliação confiável sobre estes profissionais na internet?

Nos EUA, esta prática já é comum. Pesquisa recente publicada pelo Journal of the American Medical Association constatou que 65% dos americanos entrevistados têm conhecimento sobre sites que publicam avaliações de médicos. O número é considerável, mas ainda está abaixo do conhecimento sobre sites com outras avaliações, como de carros e equipamentos, que ficou em 80%.

Dos usuários que afirmaram conhecer sites de classificação médica, 36% disseram que, no ano anterior, haviam utilizado estes sites para ajudar na escolha de um profissional. Sobre as avaliações encontradas, 93% dos entrevistados disseram que foram “muito útil” ou “útil” para ajudar na decisão.

Mesmo com os recursos online, a maioria das pessoas entrevistadas disse que costuma escolher médico a partir de recomendações de amigos ou indicações de outros médicos. Também pesa na decisão o fato de o profissional indicado aceitar ou não o plano de saúde do usuário.

O site ProcuraMed é um dos pioneiros neste tipo de serviço oferecido à população brasileira. Nele, é possível filtrar a lista de profissionais por cidade, Estado e especialidade. Além disso, os médicos são listados de acordo com o número de recomendações recebidas. O profissional que está atualmente no topo do ranking possui 50 recomendações e, até agora, já são mais de 7 mil médicos recomendados por visitantes de todos os Estados do Brasil.

E você, o que pensa sobre recomendações médicas na internet? Participe de nossa pesquisa, disponível aqui ao lado, na coluna à direita.

Qual a sua opinião sobre a lista de Médicos Recomendados em procuramed.com?

1) Acho bastante útil e provavelmente usarei para encontrar um bom médico.

2) Não acredito que possa me ajudar a escolher um novo médico.

3) Outro (deixe seu comentário)

O resultado desta pesquisa você confere em breve.

Enquete anterior

Na última enquete que realizamos, perguntamos aos nossos leitores o quão confortável eles se sentiam para falar com seus médicos sobre assuntos constrangedores, como o uso excessivo de álcool.

A maioria (51%) respondeu que se sente confortável para falar com um médico sobre estes assuntos. Outros 26% afirmaram não se sentirem confortáveis, e 23% responderam que não falam com o médico sobre assuntos constrangedores porque acreditam que o profissional não tenha tempo de falar sobre os assuntos.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

 

Internautas estão usando mais a internet para avaliar médicos was last modified: fevereiro 21st, 2014 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês