Mais Saúde

Falar ao celular em lugares fechados deveria ser ilegal?

Telefones celulares tornaram-se objeto de desejo de muita gente. Pesquisas recentes mostram que a maioria das pessoas sente que os celulares são uma “parte essencial” da vida diária e um número crescente até admite ter desenvolvido um “relacionamento pessoal” com este pedaço de metal e vidro.

Nem todos nós têm idade suficiente para lembrar a época em que era permitido fumar em salas de cinema ou aviões, mas, provavelmente, nos recordamos de quando o fumo era permitido dentro de bares e edifícios públicos.

Porem, hoje, fumar passivavamente é considerado um perigo para a saúde pública e tal hábito, tido como normal até dois anos atrás, tornou-se uma cena chocante em muitas cidades, quando, por exemplo, vemos alguém fumando um cigarro dentro de um restaurante.

Agora, alguns países estão debatendo se conversas de celulares também podem ser um perigo para a saúde pública dos “ouvintes passivos” e discutem se podem ou não ser banidos de alguns espaços públicos, como o cigarro.

O uso do aparelho celular pode ser perigoso para o próprio usuário. O motorista que dirige o seu carro enquanto fala ao telefone tem o nível de sua atenção igualmente comprometida ao de um motorista bêbado. Mesmo assim, todos nós vemos pessoas dirigindo e falando ao celular. Ate os pedestres andam mais distraídos com um telefone celular em mãos e sofrem mais acidentes ao atravessarem uma rua.

Apesar de existirem estudos sobre riscos reais ou potenciais da exposição do usuário à radiação emitida por esses aparelhos, hoje, vamos nos concentrar em uma pesquisa sobre os problemas que o nosso celular causa nos outros, ou seja, nos “ouvintes passivos”, que são aquelas pessoas sujeitas a ouvir as nossas conversas pelo celular.

O estudo, publicado em versão on-line, em 13 de março deste ano, na revista PLoS One, foi realizado por psicólogos da Universidade de San Diego (EUA), os quais selecionaram 164 estudantes universitários e os colocaram, basicamente, em duas situações. Todos os alunos foram orientados a completar um quebra-cabeça de palavras, mas durante a realização dessa tarefa, alguns deles foram expostos a um diálogo de fundo, de sete minutos, no qual podia ouvir duas pessoas conversando (dialogo bilateral), e os demais, a sete minutos ao lado de uma pessoa falando ao celular (dialogo unilateral).

Os resultados mostraram que os estudantes expostos a conversa unilateral ficaram muito mais distraídos e irritados que os alunos que ouviram os dois lados da conversa. Ao avaliarem o quanto os alunos se lembravam do conteúdo do bate-papo (bilateral ou unilateral), os pesquisadores notaram que os alunos que ouviram o dialogo feito pelo celular se recordavam mais das palavras empregadas pelo usuário do telefone.

Claramente, as pessoas expostas à conversa unilateral concentraram-se muito mais no bate-papo e ficaram mais distraídas que aquelas que ouviram uma conversa “normal” entre duas pessoas, isto é, por duas vias. Alguns psicólogos acreditam que isso ocorre porque o nosso cérebro é forçado a trabalhar mais quando ouvimos uma conversa unilateral, pois, está constantemente trabalhando para preencher lacunas como essas.

Além disso, cada vez que ouvimos o usuário de celular, este nos traz uma “nova” informação, de modo a não haver nenhuma boa maneira de contextualizá-la. Assim, o cérebro parece estimulado a prestar ainda mais atenção aos trechos de um discurso imprevisível (talvez, por que, inconscientemente, fiquemos mais alertas para os riscos?).

Então, faz sentido debater sobre o uso de celular em locais públicos devido às consequências que causa, como distração indesejada e estresse, em um ouvinte passivo. É justo permitir que pacientes reunidos em uma mesma sala de espera, por exemplo, para uma consulta, perturbem a concentração de outros, imersos em seus próprios pensamentos e concentrados em seus próprios problemas?

Queremos a sua opinião. Por favor, participe da enquete que você vê na coluna à direita da página do blog (“Enquete”). Obrigado!

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Falar ao celular em lugares fechados deveria ser ilegal? was last modified: julho 11th, 2013 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês