Macarrão instantâneo (miojo) ruim para saúde

O macarrão instantâneo faz mal para a saúde?

Macarrão instantâneo é o tipo de fast food mais popular do mundo. A World Instant Noodle Association estima que, somente no ano passado, 98 bilhões de unidades foram consumidas. O segredo da popularidade está em produtos cada vez mais baratos, rápidos e saborosos.

A maioria das pessoas considera que esses noodles rápidos não sejam tão saudáveis. Mas será que não são mesmo? Confira nas perguntas e respostas a seguir:

Macarrão instantâneo é realmente tão ruim para a saúde?

Sim, ele realmente é. Eles são descritos por profissionais de saúde como uma “bomba de alimentos” para nosso copo, ou um dos piores e menos saudável junk food que você pode comprar.

Por quê?

O que torna esse tipo de macarrão tão rápido e fácil de fazer é que ele é um alimento altamente processado. Ele é quimicamente formulado para agradar ao consumidor, mas não a sua saúde. Ele consegue concentrar altas doses de sódio, gordura saturada (óleos de tempero) e carboidratos simples. O que o torna ainda pior são os conservantes, aromatizantes artificiais e corantes, todos em enormes quantidades. Pra completar, eles não têm nada de bom: nenhuma fibra, pouca proteína, pobre no fornecimento de vitaminas, e sequer vestígio de algum antioxidante.

É verdade que eles são ainda piores para as mulheres?

Um estudo de Harvard feito na Coreia do Sul mostrou que o macarrão instantâneo parece ser ainda pior para as mulheres. A Coreia do Sul tem sofrido um rápido aumento na obesidade e no número de doenças cardíacas, e as mudanças de dieta são o principal suspeito. Não por coincidência, o país tem o maior consumo de macarrão instantâneo per capita no mundo.

Os pesquisadores estudaram as dietas de 10.711 adultos (com idade entre 19 e 64 anos), e as dividiram em duas categorias básicas. A primeira segue um “padrão dietético tradicional”, rico em arroz, peixe, legumes, frutas e batatas. A outra categoria de dieta foi chamada de “padrão de carne e fast food“, com menos arroz e mais carne, refrigerantes, frituras e comidas rápidas, incluindo miojo.

Os resultados mostraram que as mulheres que comeram macarrão instantâneo pelo menos duas vezes por semana tinham 68% mais chances de desenvolver “síndrome metabólica”. Nesta condição, uma pessoa tem uma combinação de hipertensão, açúcar no sangue elevados, obesidade abdominal, colesterol e/ou triglicerídeos anormais. Uma pessoa com síndrome metabólica tem um risco muito maior de diabetes, doenças cardíacas e acidente vascular cerebral.

Por que o miojo é particularmente ruim para as mulheres?

Os pesquisadores não têm certeza, mas suspeitam que as mulheres são mais suscetíveis devido às diferenças nos hormônios sexuais e ao metabolismo. Além disso, a embalagem de isopor contém o produto químico bisfenol A (BPA), que tem sido associado a mudanças na forma que os hormônios, em especial estrogênio, enviam mensagens no corpo.

Então o miojo não é tão ruim para os homens?

Não. Eles são ruins para todos, mas parecem ser piores para as mulheres. Eles são nutricionalmente pobres e, se você come miojo, é provável que não coma alimentos que seriam bons para seu organismo, como uma salada.

Se você quer encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Leite integral pode ser mais saudável

Mais 8 benefícios do chá verde para a saúde

Esta postagem também está disponível em: Inglês