gordura do queijo saudável

A gordura do queijo pode ser boa para você

Por ser rico em gordura saturada e em calorias, o queijo é um alimento que, em geral, tem o consumo indicado com cautela. No entanto, estudos cuidadosos feitos nos últimos 10 anos mostram que o queijo pode realmente ser saudável. Outra surpresa é que o queijo gordo parece ser mais saudável do que queijos com baixo teor de gordura.

Queijo e o “paradoxo francês”

O “paradoxo francês” descreve a descoberta de que, enquanto os franceses comem mais queijo gordo e bebem mais vinho tinto do que outras culturas, a taxa de doença cardiovascular na França é baixa – muito mais baixa do que nos Estados Unidos, por exemplo.

Durante alguns anos, pensava-se que esse resultado era devido aos benefícios do vinho tinto. O pensamento mais recente, porém, é que o paradoxo é resultado de vários outros fatores. Por exemplo, os franceses comem mais frutas e vegetais, menos açúcar e menos lanches (menos gorduras trans).

E muitos especialistas acreditam agora que a ingestão de alto teor de gordura do queijo é também uma razão importante para que os franceses apresentem menos doenças cardíacas. Um estudo dinamarquês recém-publicado no The American Journal of Clinical Nutrition apoia essa ideia.

Teor de gordura e resultados na saúde

No estudo dinamarquês, os pesquisadores dividiram 139 indivíduos em 3 grupos. Ao longo de 12 semanas, o primeiro grupo consumiu diariamente 80 gramas de queijo duro, com teor de gordura normal. O segundo grupo consumiu 80 gramas diárias de queijo com baixo teor de gordura. E o terceiro grupo não adicionou qualquer queijo à dieta diária.

Todos os voluntários tiveram peso registrado e circunferência abdominal medida no início e no final do estudo. Também foram medidos colesterol, triglicérides, insulina, glicose e 7 outras medidas metabólicas.

No final do estudo, não houve diferença entre os 3 grupos quanto ao peso, a circunferência abdominal, ou qualquer um dos testes sanguíneos. O resultado mais significativo foi quanto ao nível de colesterol “mau” (do tipo LDL), que foram os mesmos em cada grupo. E o nível de colesterol bom (HDL) foi realmente maior (melhor) no grupo que comeu o queijo com alto teor de gordura.

Este não foi o único estudo que chegou à conclusão de que os produtos lácteos com gordura total são mais saudáveis que os de baixo teor de gordura (lowfat) ou os sem gordura alguma (no-fat). Outro estudo, publicado em European Journal of Nutrition, concluiu que as pessoas que comiam maiores quantidades de queijo tinham risco de 10% a 14% menor de desenvolver doença cardiovascular em comparação às pessoas que comiam poucas quantidades.

Nem todas as gorduras saturadas são as mesmas

Alguns tipos de gordura são bons para o nosso corpo, como a gordura do leite. Já outros tipos, como gorduras saturadas presentes em carnes, fazem mais mal do que bem. Queijos em geral contêm gordura boa, além de outros nutrientes valiosos como proteínas, cálcio, fósforo, magnésio e as vitaminas B12 difíceis de se obter, especialmente a K2.

O melhor tipo de queijo para comer

Assim como as gorduras, os queijos possuem diferente tipos. Os queijos duros, secos e curados (como parmesão, gorgonzola e cheddar) são especialmente saudáveis. As pesquisas mencionadas neste post foram feitas com estes tipos de queijo, e não os queijos mais moles e com sabor menos marcantes, mais comuns no Brasil. Esses tipos de queijo não são tão saudáveis.

Por isso, tente comprar os queijos duros e com sabor mais forte. Eles podem ser mais caros, mas valem a pena. Outra dica: não desperdice seu dinheiro em queijos de baixo ou nenhum teor de gordura. Eles custam mais e não são tão saudáveis.

Se você quer encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Afinal, a manteiga é saudável?

Leite integral pode ser mais saudável

Esta postagem também está disponível em: Inglês