vitamina B12

Deficiência de vitamina B12: uma epidemia silenciosa

Para a maior parte das pessoas, comer bem é o suficiente para não precisar tomar qualquer tipo de vitamina. Isso é também um consenso médico atual. Mas existem exceções: para a vitamina B12 e para a vitamina D, os suplementos mais recorrentes para grande parte da população.

Vitaminas são substâncias químicas que nosso corpo necessita, mas que não consegue produzir. Portanto, é necessário consumi-las – por meio de nossa dieta ou por suplementação.

A vitamina B12 é uma vitamina bastante complicada e de absorção exigente. Se uma pessoa não tiver bastante ácido no estômago, não vai absorver bem a B12. O ácido do estômago é necessário para quebrar o composto de vitamina B12 que vem anexado às proteínas nos alimentos. O ácido quebra essa ligação e, assim, libera a B12 para ser absorvida no intestino.

Epidemia silenciosa

Estima-se que de 10% a 30% das pessoas com mais de 50 anos não produzem ácido estomacal suficiente para B12 ser bem absorvida pelo organismo. A produção desse ácido diminui à medida em que envelhecemos. Além disso, muitas pessoas reprimem a produção de ácido com medicamentos como os “inibidores da bomba de prótons” (Prilosec e outros). Pessoas que tomam esse medicamento a longo prazo correm o risco de apresentar deficiência de vitamina B12.

 Sintomas de deficiência de vitamina B12

Em geral, os sintomas aparecem lentamente ao longo de muitos anos, e podem ser confundidos com sintomas do envelhecimento. Mas não são a mesma coisa. A deficiência de vitamina B12 leva a sintomas críticos, especialmente para o bom funcionamento do cérebro e das funções nervosas.

Pessoas em estágios mais avançados da deficiência de vitamina B12 podem apresentar depressão, diminuição cognitiva, e até mesmo demência ou psicose (depois de anos de deficiência grave). Sintomas anteriores incluem fadiga, formigamento nos braços ou pernas, dormência e fraqueza muscular. A maioria das pessoas, e muitos médicos, inicialmente não consideram a deficiência de vitamina B12 como a causa desses sintomas.

Alimentos fontes de vitamina B12

A vitamina B12 é encontrada na maior parte das fontes de proteínas – carne, ovos, leite, queijo, peixe. Ela não é encontrada em frutas ou vegetais, por isso vegetarianos (e veganos, ainda mais) têm maior risco de deficiência de vitamina B12.

Recomendação para suplementação de vitamina B12

Já que muitas pessoas estão em risco de deficiência de vitamina B12, a Academia Nacional de Medicina (EUA) recomenda que adultos com mais de 50 anos de idade obtenham a maior parte da ingestão necessária a partir de suplementos.

Esses suplementos podem ser com comida suplementada (alguns cereais, por exemplo) ou pílulas. As fontes não-alimentares sintéticas são recomendadas porque oferecem a B12 já em forma que dispensa a necessidade de ácido no estômago para ser processada e absorvida.

Dose de vitamina B12

 O diagnóstico de deficiência de vitamina B12 é feito por meio de exame de sangue. Pessoas com níveis severamente baixos precisam de infusões intravenosas da vitamina para melhorar.

Para a maioria dos adultos, de 500 a 1000 microgramas diários são suficientes. Há, ainda, o risco para a saúde se for ingerida em doses muito altas.

Por isso, recomendamos que você procure um médico para se certificar da sua condição de saúde. Por meio de exame, o profissional pode dar certeza sobre seu diagnóstico. E se o seu médico diagnosticou essa deficiência em você, é ele quem irá recomendar a dose ideal a ser ingerida.

Se você quer encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

A importância da vitamina D durante a gravidez

Nutricionistas revelam os alimentos realmente saudáveis

Esta postagem também está disponível em: Inglês