Mais Saúde

Como alguns alimentos podem prolongar sua vida

Pesquisadores do Texas A & M University Health Science Center acabam de publicar um artigo sobre maneiras naturais de aumentar potencialmente a vida útil das pessoas. Os resultados, publicados em Cancer Research, apontaram para um componente chamado espermidina.

De acordo com o principal autor do estudo, Dr. Leyuan Liu, apenas três maneiras foram identificadas até agora com potencial para aumentar a vida útil em animais vertebrados. Uma delas é a espermidina, uma “poliamina natural” identificada pela primeira vez em esperma (daí o nome). Ela também é encontrada em alta concentração em certos alimentos, especialmente queijo envelhecido.

Como aumentar a vida útil

O método com a melhor evidência no aumento da vida útil é a restrição calórica de longo prazo – basicamente vivendo em uma dieta quase de fome, com uma redução de 30% na ingestão calórica normal. É difícil para os seres humanos aderir a tal dieta. Porém, macacos alimentados com uma dieta de baixa caloria no início da maturidade tiveram a vida útil aumentada da média normal de 26 anos para uma média de 28 a 32 anos. Alguns deles viveram além de 40, quebrando todos os registros para a longevidade de macacos.

Já que macacos são geneticamente parecidos com seres humanos, pensa-se que esta técnica funcionaria com pessoas também. Provavelmente uma restrição de caloria tornaria sua vida mais longa, mas também mais triste.

Outro método para a extensão da vida está em restringir severamente o consumo de certas proteínas (particularmente o aminoácido metionina). Um terceiro é tomar a droga rapamycin – mas esta droga suprime o sistema imunológico.

Alimentos ricos em espermidina

O recente estudo do Texas mostrando o efeito do aumento da vida útil com o uso da espermidina é uma abordagem mais prática. A espermidina não parece ter efeitos colaterais, pode ser encontrada em vários alimentos e, nos próximos anos, provavelmente estará disponível na forma de suplemento.

Por enquanto, se você quiser aumentar a ingestão de espermidina, o alimento com a maior concentração é queijo envelhecido, como cheddar de 1 ano de idade ou queijo azul. Cogumelos também têm uma alta concentração, bem como soja, ervilhas, grãos integrais, miso e leguminosas em geral.

 Uma vantagem adicional da espermidina, como mostrado em um estudo anterior publicado na Nature Medicine, é que ele ajuda a proteger tanto o coração quanto o fígado de danos relacionados à idade. Também ajuda a manter a pressão arterial baixa e reduz o risco de câncer de fígado.

Por que a espermidina funciona?

À medida em que envelhecemos, algumas das nossas células começam a funcionar mal. Normalmente, o corpo limpa essas células por meio de um processo chamado “autofagia”. Basicamente, as células “comem-se” e são eliminadas no processo de limpeza. Se a autofagia não está funcionando bem, nossos órgãos e pele mostram sinais de envelhecimento. Além disso, essas células com mau funcionamento podem se dividir rapidamente, levando a cânceres. A espermidina parece aumentar este processo de autofagia.

Por enquanto, essas são as últimas notícias sobre a espermidina. Mas nós manteremos atualizações sobre esta substância. Fique de olho.

Se você quer encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

O que ex-fumantes podem fazer para reduzir o risco de enfisema?

Que tipo de exercício é melhor para o cérebro?

Como alguns alimentos podem prolongar sua vida was last modified: maio 3rd, 2017 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês