dr. alexander

Parte 2: Um neurocirurgião de Harvard vive uma experiência de quase morte

Em nosso último post, apresentamos a história de um neurocirurgião americano, o Dr. Eben Alexander, que, em uma manhã de 2008, acordou com a pior dor de cabeça que já havia experimentado. Minutos depois, teve uma crise epiléptica e sua mulher o levou às pressas para o pronto-socorro.

dr. alexander

Ele foi e entubado com ventilação mecânica e uma punção lombar detectou um tipo raro de meningite, geralmente, fatal. Ele foi tratado com três antibióticos diferentes simultaneamente e, uma semana depois de ter entrado em coma, Alexander acordou e começou a contar o que viveu, a chamada “experiência de quase-morte” (EQM), relatada por 5% a 15% das pessoas que quase morreram.

O que torna o caso do Dr. Alexandre bastante singular é que ele é um neurocirurgião, acadêmico respeitado, que lecionou em hospitais da Universidade de Harvard por 15 anos. Enquanto se recuperava, passou dois meses redigindo suas experiências no computador, que foram editadas e publicadas apenas em livro: “Proof of Heaven: A viagem de um neurocirurgião pela vida após a morte”.

O Dr. Alexander acredita que sua experiência provou a ele a existência do céu, mas, certamente, cabe a cada um de nós fazer a nossa própria interpretação. É interessante que muitas pessoas que relatam uma EQM sentem o mesmo que o Dr. Alexander, perdem o medo da morte e se convencem de que uma vida acolhedora está por vir depois de morrem. Aqui estão alguns destaques das experiências de Eben Alexander:

“Até o início de minha aventura, eu estava em um lugar de nuvens. Grandes, inchadas, rosa-brancas, que se apresentavam fortemente contra o céu azul-negro profundo. Mais alto do que as nuvens – incomensuravelmente maiores -, rebanhos de seres transparentes, brilhantes, arquearam no céu, deixando uma longa linha de flâmulas atrás de si…”

Havia uma mulher com ele, que atuou como uma espécie de guia espiritual, e transmitiu-lhe uma mensagem.

“…A mensagem tinha três partes e, se eu tivesse de traduzi-la em linguagem terrena, diria que eram algo como:

“Você é amado e querido, muito caro, para sempre.”

“Você não tem nada a temer.

“Não há nada que você possa fazer de errado.”

Ele fez perguntas à sua guia espiritual e as respostas “vieram de imediato, em uma explosão de luz, cor, amor e beleza, que sopraram como uma onda se quebrando. O que era importante sobre estas explosões é que não silenciavam minhas perguntas simplesmente por esmagá-las. Elas foram respondidas, mas de uma forma que a linguagem era ignorada. Os pensamentos penetravam-me diretamente. Mas não eram pensamentos como experimentamos na Terra. Não foi vago, imaterial ou abstrato. Estes pensamentos eram sólidos e imediatos – mais quentes que o fogo e mais úmidos que a água…”.

“Continuei a avançar e encontrei-me em um imenso vazio, completamente escuro, de tamanho infinito, mas também infinitamente reconfortante. Era um breu, que também foi se transbordando de luz: a luz que parecia vir de uma esfera brilhante, que eu já havia sentido próxima a mim. A esfera era uma espécie de ‘intérprete’ entre mim e esta vasta presença ao meu redor. Era como se eu estivesse nascendo em um mundo maior, e o próprio universo fosse um útero cósmico gigante.

Isso era exatamente como: uma pintura enegrecida, que também estava cheia e repleta de luz.

Eu sei muito bem o quão extraordinário, como francamente inacreditável, tudo isso soa. Houve alguém – um médico – que me contou uma história como essa, nos velhos tempos, e eu tinha absoluta certeza de que ele estava sob o feitiço de uma ilusão. Porém, o que me ocorreu foi, longe de ser delirante, tão real ou mais real do que qualquer acontecimento da minha vida. Isso inclui o dia do meu casamento e o nascimento dos meus dois filhos.

Ainda sou médico e ainda um homem de ciência em cada pedaço, tanto quanto era antes de ter a minha experiência. Contudo, em um nível profundo, sou muito diferente da pessoa que era antes, porque tenho um vislumbre da imagem emergente da realidade.”

Dr. Alexander tem enfrentado muitos céticos que questionam a sua história. Se você quiser ler uma (longa) entrevista crítica com o médico, pode conferi-la neste link.

E ler o seu livro, se tiver interesse…Para o nosso próximo post, vamos deixar o plano espiritual e voltar para ciência.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Esta postagem também está disponível em: Inglês