crianca musica cerebro melhor

Crianças que aprendem música desenvolvem mais o cérebro

A aprendizagem de música pode auxiliar crianças a desenvolverem mais áreas importantes do cérebro em comparação a crianças que não aprendem a tocar nenhum instrumento musical. É o que aponta pesquisa realizada nos Estados Unidos ao longo dos últimos 15 anos.

crianca musica cerebro melhor

Desde 1999, pesquisadores do National Institutes of Health, nos EUA, acompanham 500 crianças saudáveis e de diferentes origens sócio-econômicas. Ao longo de toda a infância, as crianças são submetidas a exames com ressonância magnética (que não as expõem à radiação, ao contrário da tomografia computadorizada). O objetivo principal do estudo é saber como o cérebro de uma criança totalmente normal se comporta e, assim, identificar situações e sintomas de anormalidade.

Neste estudo, diferentes estruturas do cérebro são mapeadas, assim como são medidas as espessuras de cada área. Na comparação, os pesquisadores perceberam que as crianças que aprenderam música tiveram desenvolvimento mais rápido do cérebro. Também apresentaram tecidos mais espessos em áreas relacionadas com habilidade de atenção, gestão da ansiedade e controle emocional – melhorias que certamente facilitam a vida da criança e dos pais.

O processo de aprendizagem da música e a prática de algum instrumento são um verdadeiro exercício para o cérebro. Saber onde estão as notas, as posições do corpo, os movimentos das mãos e os ajustes para o som desejado auxiliam na coordenação motora, na concentração e memória.

Segundo os pesquisadores, essa prática intensa na infância auxilia de maneira importante o desenvolvimento do cérebro. “Em nossa cultura, todos sabem que se eu levantar 5 quilos, 10 quilos ou 15 quilos de peso, meus bíceps ficarão maiores. O mesmo acontece com o cérebro”, afirma Dr. James Hudziak, principal autor do estudo.

Pesquisas anteriores já haviam apontado para os benefícios da aprendizagem musical, algumas delas também fazendo uso de exames de ressonância. Em 2013, um estudo apontou que crianças que aprendem a tocar algum instrumento antes dos sete anos de idade desenvolvem maior conectividade entre os lados esquerdo e direito do cérebro. Também é antes de oito anos que o cérebro da criança, ainda em desenvolvimento, está mais sensível e capaz de sofrer mudanças.

Então, se seus filho costuma passar muito tempo em frente à TV, do vídeo game ou do computador, considere incentivá-lo a estudar algum instrumento musical. Quanto mais cedo ele começar, maior a possibilidade de se tornar uma criança e um adulto com mais habilidade, coordenação e inteligência.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Crianças com cachorros em casa adoecem menos

Violência provoca o envelhecimento prematuro das crianças

Esta postagem também está disponível em: Inglês