lipoaspiração

Cuidados para não engordar novamente pós lipoaspiração

A lipoaspiração abdominal é uma das cirurgias plásticas mais populares do mundo. Mas uma das perguntas mais frequentes feitas aos cirurgiões plásticos é: a gordura retirada através da lipoaspiração não volta mais? Geralmente a resposta é não, mas será?

lipoaspiração

Dois estudos desenvolvidos no último ano revelam que a resposta para essa pergunta é: sim e não. Para entendermos melhor como esse procedimento funciona vamos dar uma olhada primeiro no estudo desenvolvido pela Universidade do Colorado (USA).

Este estudo investigou 34 mulheres num período de um ano. Na primeira fase do estudo, metade das mulheres investigadas foram submetidas a lipoaspiração abdominal para remoção de até 5 litros de gordura, e a outra metade não foi submetida a lipoaspiração.

Durante o ano de pesquisa, essas mulheres passaram por exames que investigaram intensivamente a distribuição de gordura no corpo delas. Foram feitos múltiplos exames de ressonância magnética (RM), exames de sangue e testes físicos, para que fosse possível precisar exatamente a distribuição de gordura no corpo de cada uma delas.

Descobriu-se que a gordura reincidiu após um ano da cirurgia, mas não para o mesmo lugar do corpo de onde foi retirada: a gordura retornou na parte superior do abdômen, braços (área dos tríceps) e nos ombros. Um pouco de gordura também apareceu na parte mais profunda do abdômen, a chamada gordura visceral, uma gordura que se forma em torno dos órgãos internos. Essa gordura é considerada mais perigosa para o corpo do que a superficial—ela é mais prejudicial para o sistema cardiovascular.

Um fator interessante e irritante em relação a gordura é que parece haver um “fator de memória” atrelado a ela. Por exemplo, se perdermos uma quantidade significativa de peso, e posteriormente, paramos com a dieta e/ou diminuirmos o nível de atividade física, a gordura tende a reincidir justamente nestas outras áreas.

Mas agora, a boa notícia vem de um estudo desenvolvido no Brasil, que foi recentemente publicado no The Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.

Nesse estudo, pesquisadores também analisaram mulheres que foram submetidas a lipoaspiração, a metade dessas mulheres após a cirurgia levaram uma vida sedentária, e a outra metade seguiram programas regulares de atividades físicas, incluindo 40 minutos de corrida leve em esteira três vezes por semana, além de um leve condicionamento muscular.

Das mulheres que não desenvolveram nenhuma atividade física no pós-cirúrgico, muitas ganharam gordura. No período de quatro meses após a cirurgia, a metade delas haviam aumentado a taxa de gordura visceral em 10%, se comparado com a taxa antes da cirurgia. Entretanto, as mulheres que se exercitaram após a cirurgia não readquiram gordura, nem a do tipo superficial, e nem a do tipo visceral, e felizmente conseguiram manter a boa forma e boas condições metabólicas.

Enfim, a resposta é: sim, a lipoaspiração pode trazer resultados de longa duração, e você poderá melhorar sua aparência e saúde, mas para isso, você terá que criar o hábito praticar exercícios regulares após a cirurgia. Pois se você não se exercitar, poderá acabar com mais gordura redistribuída em seu corpo, inclusive a gordura visceral, que é o tipo de gordura mais prejudicial ao corpo.

Caso você necessite encontrar um(a) médico(a), você pode utilizar o nosso site: www.procuramed.com. É rápido, fácil e sem custo!

 

Esta postagem também está disponível em: Inglês