estresse pode engordar

Muito estresse pode engordar?

Algumas pesquisas mostram que o estresse pode levar a “comer para conforto”. Isso significa que, quando estressadas, algumas pessoas acabam comendo alimentos ricos em gordura e açúcar para fazê-las se sentir melhor. Isso acontece com você?

Pesquisadores do Departamento de Epidemiologia e Saúde Pública da University College de Londres realizaram uma pesquisa para comprovar se o estresse é capaz de fazer com que as pessoas engordem. Eles mediram o nível do hormônio principal do estresse, o cortisol, e compararam com o índice de massa corporal de um grupo de 2.527 adultos com 54 anos ou mais, que faziam parte do Estudo Inglês Longitudinal sobre Envelhecimento.

Muitos estudos que medem o estresse consideram o nível de cortisol no sangue, urina ou saliva. O que tornou este estudo diferente é que os pesquisadores mediram o nível de cortisol em amostras de cabelo.

Desta forma, a pesquisa mediu o nível de estresse de uma pessoa experiente durante um período de tempo mais longo. Níveis de cortisol variam de dia para dia, por isso, se um estudo de pesquisa usa urina, sangue ou saliva, pode levar a um resultado impreciso. Isso acontece porque a pessoa pode estar particularmente estressada no dia da coleta, ou estar menos estressada que o comum. As amostras de cabelo medem o estresse médio que uma pessoa sofreu durante um período de tempo mais longo.

Resultados sobre estresse e obesidade

Os pesquisadores ingleses tomaram uma amostra de 2 cm dos cabelos dos participantes, cortados perto do couro cabeludo. Os resultados mostraram que as pessoas com os níveis mais elevados de cortisol tinham uma probabilidade muito maior de serem obesas, especialmente tendo uma circunferência de cintura maior do que saudável (definida como superior a 102 cm em homens e 88 cm em mulheres).

Este estudo confirma que as pessoas mais estressadas ​​eram mais gordas que as menos estressadas.

Mas isso prova que ser estressado faz você engordar? Não necessariamente, porque poderia ser que a gordura deixasse a pessoa estressada e aumentasse os níveis de cortisol. Apesar dessa possibilidade, os pesquisadores acreditam que a explicação provável é que sim, as pessoas mais estressadas tendem a comer demais e a ganhar peso, especialmente em torno da cintura.

Os pesquisadores planejam mais estudos para descobrir se o estresse causa a obesidade, ou vice-versa. Mas como a Dra. Susan Fried, diretora do Diabetes Metabolism Obesity Institute, sugere, “se você está sob estresse crônico, observe seus padrões alimentares”. Você procura por alimentos com gordura mais elevada mais açucarados para ajudar o seu humor?

O estresse leva a mais cortisol sendo liberado de nossas glândulas supra-renais, e estudos anteriores mostram que altos níveis de cortisol influenciam nosso apetite, fazendo com que busquemos alimentos de alto teor calórico.

Se você está acima do peso

Pense se o estresse pode estar fazendo você comer demais. A comida pode fazer você se sentir melhor no curto prazo, mas a longo prazo, ganhar peso pode fazer que você se sinta ainda pior, causando um ciclo vicioso. Portanto, certifique-se de que você não está usando comida como uma “muleta” para fazer você se sentir melhor. O ideal é encontrar outras maneiras de lidar com seu estresse, como exercício, psicoterapia, meditação ou ioga.

Se você quer encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Dicas para controlar o estresse noturno e a insônia

Açafrão para transtorno do estresse pós-traumático

Esta postagem também está disponível em: Inglês