Mais Saúde

Trabalhar demais pode favorecer AVC e doenças cardíacas, diz estudo

Cada dia mais, as pessoas estão levando trabalho para casa. A jornada, que antes se limitava ao intervalo entre a batida de ponto de entrada e a batida de saída, hoje continua no celular, nos computadores pessoais e onde mais a internet alcançar. Segundo pesquisa publicada recentemente na revista médica Lancet, jornadas semanais de trabalho mais longas que o normal podem ter um preço alto em nossa saúde: aumentam os riscos de acidente vascular cerebral (AVC) e de doenças cardíacas.

O estudo incluiu a análise de informações sobre a rotina de mais de 600 mil trabalhadores, registrados em 25 estudos anteriores com voluntários da Europa, EUA e Austrália. A principal descoberta foi que pessoas que trabalham mais que 55 horas por semana têm 33% mais chances de sofrer um AVC e 13% mais riscos de desenvolver doença cardíaca coronária em comparação com as pessoas que cumprem a jornada mais comum de trabalho, de 35 a 40 horas semanais.

Quanto maior a quantidade de horas trabalhadas por semana, maiores os riscos de AVC. Em comparação com os trabalhadores com jornada entre 35 e 40 horas semanais, os que trabalhavam de 41 a 45 horas apresentaram 10% a mais de risco de AVC. No mesmo comparativo, os que tinham jornada semanal de 49 a 54 horas apresentaram 27% a mais de chances.

A análise não é suficiente para apontar a jornada de trabalho mais longa como fator determinante de risco de AVC ou doença cardíaca. Porém, pela quantidade de registros analisados, os argumentos de que exista uma ligação entre os dois fatos tornam-se bastante fortes.

Segundo os pesquisadores, essa ligação é reforçada pelos hábitos desenvolvidos por trabalhadores com jornadas mais longas de trabalho. Em geral, essas pessoas costumam beber mais álcool e passam mais tempo sem fazer qualquer tipo de exercício. Também costumam sofrer mais com o estresse do dia a dia, o que intensifica a atividade do coração e dos vasos sanguíneos.

Eles também apontam como fator de risco as longas horas que esses trabalhadores permanecem sentados – e este já foi tema de outra postagem nossa aqui no blog.

Então, se você está no grupo de trabalhadores com mais horas de jornada na semana, é sempre bom ter alguns cuidados em mente. Lembre-se de se levantar a cada 30 minutos e, se possível, dar alguns passos nessa pausa, para movimentar os músculos. E, sempre que puder, desenvolva seu trabalho em pé. Como vimos em outro post, permanecer em pé pode ser uma prática bastante eficiente para quem quer manter a saúde e a boa forma.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Estudos indicam que pets fazem bem ao coração

Sentar por muito tempo pode anular os benefícios do exercício

Trabalhar demais pode favorecer AVC e doenças cardíacas, diz estudo was last modified: março 14th, 2016 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês