Mais Saúde

Suplementos antioxidantes podem prejudicar o tratamento do câncer

Todas as células do corpo ajudam a preservar funções vitais e a saúde por meio de uma série de reações químicas. Às vezes, essas reações produzem um subproduto indesejável, chamado de “radicais livres”. Eles são moléculas instáveis, que podem danificar as células. Os radicais livres provavelmente contribuem com a origem de muitos casos de câncer, Mal de Alzheimer, doença cardiovascular e degeneração macular dos olhos. Uma significante parte do processo de envelhecimento é causado em função da ação desses radicais livres, que danificam lentamente o DNA.

O nosso corpo produz seus próprios “antioxidantes” naturais para diminuir o dano provocado pelos radicais livres. Porém, o nível dessas moléculas pode aumentar em nosso organismo por consumirmos alimentos e bebidas ricos em antioxidantes (tais como: vinho tinto, chá, frutas, etc.) ou absorvendo-os na forma de vitaminas, minerais e suplementos diferentes.

Alguns dos antioxidantes mais populares que você deve tomar são as vitaminas C e E, bem como caroteno, licopeno, luteína e selênio. Sabendo-se que o câncer e outras doenças degenerativas podem ser causados ou agravados pelos radicais livres, muitos estudos foram realizados para verificar se o consumo de antioxidantes reduziria o risco de desenvolvimento dessas enfermidades.

Mas, infelizmente, a maior parte das pesquisas tem mostrado que tomar antioxidantes em forma de pílula parece não diminuir o risco de contrair aquelas doenças. A maioria dos especialistas considera, como sendo a melhor maneira de manter a boa saúde, a ingestão alimentos naturais especialmente ricos em antioxidantes.

Ainda assim, muitas pessoas (incluindo médicos) tomam suplementos antioxidantes na esperança de que eles ajudem a prevenir o cancro ou outras enfermidades. Outras, já com o câncer, consomem esse tipo de suplemento, certas de que isso irá ajudá-las a sobreviver à doença e aos tratamentos.

Na última década, contudo, questionou-se se era benéfico tomar antioxidantes durante a quimioterapia ou radioterapia. A preocupação era a de que tomar antioxidantes em forma de pílula ou suplemento poderia prejudicar os tratamentos por quimio ou radioterapia, tornando-os menos eficazes.

Com 84 anos de idade, o Dr. James Watson, o premiado cientista com o Nobel e codescobridor da dupla hélice do DNA, acendeu essa polêmica no exemplar da revista Open Biology, em janeiro de 2013. O Dr. Watson escreveu que “chegou a hora de perguntar seriamente se usar antioxidante pode provocar mais o câncer do que preveni-lo…”.

O Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos observa que certas ervas, vitaminas e suplementos podem, de fato, diminuir a eficácia da quimioterapia ou radioterapia por duas razões. Em primeiro lugar, certas ervas (mesmo grandes quantidades de alho) podem afetar a forma como as drogas quimioterápicas são absorvidas e metabolizadas pelo corpo.

Então se o suplemento que você toma reduz a quantidade da quimioterapia em seu sistema, pode ser que não esteja recebendo os benefícios do tratamento da forma correta. E, caso o suplemento aja para aumentar a quantidade de quimioterapia em seu organismo, você se tornará mais vulnerável aos efeitos colaterais da medicação.

Em segundo lugar, a quimioterapia e a radiação, às vezes, matam as células cancerígenas por aumentar a quantidade de radicais livres que matam células do câncer. Por isso, se você estiver tomando antioxidantes para combater os radicais livres, lembre-se de que as células cancerosas podem não ser mortas pelo tratamento como deviam ser.

A polêmica em torno dos antioxidantes interferirem na terapia do câncer gera controvérsias. Ainda assim, seria prudente para qualquer paciente em tratamento com quimio ou radioterapia, primeiramente, conversar com seu oncologista ou terapeuta de radiação antes de tomar qualquer suplemento. Afinal, você não quer fazer mais mal do que bem a si mesmo!

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

*Pipoca tem mais antioxidantes que frutas e vegetais

 

 

Suplementos antioxidantes podem prejudicar o tratamento do câncer was last modified: junho 17th, 2016 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês