Mais Saúde

Qual a importância do sono para seu organismo?

O ritmo de vida que temos adotado nas últimas décadas tem trazido à toda um problema cada vez mais comum entre a população: a privação do sono. Seja por insônia, seja por excesso de atividades ao longo do dia e tempo reduzido para descanso, a falta de um período mínimo de sono pode levar a efeitos devastadores no organismo. Confira as principais consequências:

 

Depois de uma noite inteira mal dormida:

Você vai comer mais no dia seguinte

Os seres humanos têm um hormônio chamado grelina. Este hormônio, quando elevado, deixa-nos famintos. A falta de sono é um grande estimulador da grelina, o que faz com que comamos mais no dia seguinte.

Ficará mais suscetível a acidentes

A privação de sono reduz os reflexos. Quando o sono tem duração de menos de seis horas, as chances de se sofrer um acidente de trânsito aumentam em 300%.

Estará mais sensível a vírus

Durante o sono, o sistema imunitário é recarregado com novas células brancas do sangue e outros fatores que prevêm infecções. Quando se dorme mal apenas uma noite, a possibilidade de se pegar um vírus de resfriado no dia seguinte aumenta em quase três vezes.

Vai ficar mais emotivo

Pesquisa realizada pelas Universidades da Califórnia e de Harvard mostrou, por meio de exames de ressonância magnética funcional, que o cérebro de uma pessoa privado de sono é mais sensível. A falta de sono leva o cérebro ao limite, “aumentando a parte mais intimamente ligada a depressão, ansiedade e outros transtornos psiquiátricos”, aponta a pesquisa.

Depois de muitas noites de privação de sono:

Você irá ganhar peso

Vimos que uma única noite mal dormida altera os hormônios grelina e leptina, que controlam o apetite. Quanto maior esta alteração, mais você irá comer. Estudos apontam que cinco noites mal dormidas são suficientes para que a pessoa engorde um quilo.

Aumentarão os riscos de desenvolver câncer

Embora ainda não se saiba exatamente qual a influência sobre a suscetibilidade ao câncer, sabe-se que a privação do sono leva a alterações hormonais e imunológicas. Câncer de cólon e de mama são os de maior incidência em pessoas que dormem mal ou pouco.

Aumentarão também os riscos de doença cardiovascular, acidente vascular cerebral e diabetes

Além das alterações hormonais, a privação do sono pode aumentar a pressão arterial e agravar o estresse no coração e nos vasos sanguíneos. Estudo publicado no European Heart Journal mostrou que pessoas que dormem menos de seis horas por noite têm 48% mais chances de desenvolver doenças cardíacas e 15% a mais de sofrer um acidente vascular cerebral.

A qualidade do esperma irá diminuir

Um dos problemas que levam casais a procurar ajuda na hora de engravidar é a qualidade do esperma. E o sono pode ser um fator de influência. Um estudo dinamarquês realizado com cerca de 1 mil homens jovens e saudáveis mostrou que os que tinham índices mais altos de perturbação do sono apresentavam contagem de esperma 29% mais baixos em comparação aos homens que dormiam bem.

Da mesma forma que a privação do sono é prejudicial, dormir demais também pode causar problemas de saúde. Pessoas que dormem 10 horas ou mais por noite tendem a desenvolver praticamente os mesmos problemas citados acima. O tempo de sono varia de pessoa para pessoa. Enquanto algumas estão revigoradas com apenas seis horas por noite, a maioria dos adultos precisa de sete a nove horas.

Mais dicas sobre sono de qualidade e como dormir melhor podem ser encontradas nos links a seguir:

Como dormir melhor (parte 2)

Uma boa noite de sono pode te ajudar a perder peso

Computador antes de dormir prejudica o sono. Será?

Saiba como o sono pode ajudar a limpar seu cérebro

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

 

 

 

 

:

 

Qual a importância do sono para seu organismo? was last modified: maio 16th, 2014 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês