memoria

Como melhorar a memória dos jovens adultos

A maioria das pesquisas sobre como melhorar o funcionamento do cérebro envolve pessoas de meia idade ou idosos, pois os pesquisadores estão totalmente dedicados à procura de meios para reduzir o risco de demência e da doença de Alzheimer.

memoria

Assim, o estudo publicado na revista PLoS, em 3 de outubro, foi incomum, já que os cientistas estudaram apenas jovens adultos saudáveis, de 18 a 25, e estavam verificando se um certo suplemento alimentar poderia melhorar a memória de curto prazo.  A boa notícia é que o trabalho deu certo e o suplemento é algo fácil de se obter, caso você queira testá-lo.

Pesquisadores da Universidade de Pittsburgh (EUA), liderados pelo Dr. Rajesh Narendran, recrutaram 11 jovens saudáveis e, no início do estudo, testaram o nível existente de ácidos graxos ômega-3 no sangue e realizaram um sofisticado exame de ressonância magnética do cérebro, chamado tomografia por emissão de pósitrons. Finalmente, mediram a memória de curto prazo dos pacientes ao recitar uma lista de números e letras e pedir-lhes para recordá-la.

Durante  os seis meses seguintes, cada participante tomou um suplemento diário de ácidos graxos ômega-3 (750 mg por dia de DHA e 930 mg por dia de ácido eicosapentaenóico ou EPA). Após esse tempo, todos os testes foram refeitos. Os novos exames mostraram que eles tinham níveis mais elevados de ácidos graxos ômega-3 no sangue, como o esperado, e as tomografias cerebrais não foram alteradas.

A descoberta surpreendente foi que, agora, o novo teste de memória mostrou melhora de 23% na memória de curto. De acordo com um dos pesquisadores, o Dr. Matthew Muldoon, “grande parte dos estudos anteriores foi feito com idosos ou com pessoas que já tinham algum problema de saúde, deixando essa população de adultos sem resposta sobre os possíveis benefícios do ômega-3. Descobrimos que podemos ajudar o nosso cérebro a atingir o seu maior potencial por meio de comportamentos saudáveis no início da vida adulta”.

Estamos ansiosos por mais estudos sobre os ácidos graxos ômega-3, assim como os pesquisadores precisam, normalmente, de mais trabalhos para confirmar os resultados de uma pesquisa inicial. Por exemplo, no estudo atual, eles apenas completaram a investigação em 11 indivíduos, e não era “duplo-cego randomizado controlado”, considerado o “padrão ouro” na pesquisa científica.

Para que a pesquisa atual atingisse este padrão, os pesquisadores teriam de dar  o suplemento real para apenas a metade dos pacientes e um comprimido de placebo para o restante, de forma que nem os participantes e nem os pesquisadores saberiam quem teria recebido o complemento real e quem teria recebido os comprimidos inativos até que os resultados fossem analisados.

Mesmo que o estudo não tenha sido o ideal, pode valer a pena, se você é uma pessoa jovem (ou de meia-idade ou mais velha!), iniciar o consumo diário de ácidos graxos ômega-3 se desejar melhorar sua memória. O único efeito colateral significativo é que o ômega-3 afina um pouco o sangue, o que geralmente é benéfico, mas, se tiver problema de coagulação sanguínea, deve, antes, consultar seu médico.

Em nosso próximo post, vamos apresentar alguns outros benefícios potenciais de suplementos de ácidos graxos com ômega-3.

Esta postagem também está disponível em: Inglês