Mais Saúde

Como dormir melhor (parte 2)

À medida que entramos na meia idade, o sono se torna mais fragmentado e menos profundo. Acordamos mais facilmente com o barulho e levamos mais tempo para voltar a dormir.

Com doze dicas básicas sobre como dormir melhor, a lista feita por pesquisadores de Harvard pode ser de grande ajuda aos leitores insones.

Hoje, damos continuidade aos destaques da entrevista, recentemente publicada pela Escola de Medicina de Harvard, com o neurocientista e pesquisador do sono Dr. Orfeu Marcello Buxton.

O álcool ajuda a adormecer?

Se você tiver problemas com a insônia, o consumo de álcool pode agravar a situação. A bebida, à noite, pode até permitir que você adormeça mais facilmente, mas, para a maioria das pessoas, isso tem um preço — o sono será mais leve e mais interrompido. E o déficit de sono a longo prazo não será melhorado. Se você ronca, por exemplo, ou sofre de apneia do sono, isso pode piorar depois de beber.

O álcool bloqueia o cérebro de atingir os níveis mais profundos do sono e diminui a liberação do hormônio do crescimento, que ocorre no início da noite. A liberação desse hormônio ajuda o nosso corpo de muitas maneiras, como na manutenção da elasticidade da pele, da resistência óssea e, até mesmo, ajuda-nos a manter o peso sob controle (pessoas privadas de sono têm mais dificuldade em perder peso).

Os cochilos podem compensar o déficit de sono?

Fazer a sesta no meio da tarde era um costume bastante aceito em muitas culturas, mas como a vida e os negócios se tornaram mais exigentes, muitas pessoas pensam nelas como inaceitáveis. Isto é lamentável, pois os cochilos são fisiologicamente benéficos.

A regra geral é que se você tiver dificuldade em adormecer ou manter o sono durante a noite, deve evitar os cochilos diurnos (especialmente a partir do meio da tarde), pois eles podem piorar sua insônia.

Mas, se você dorme razoavelmente bem durante a noite, e ainda assim sente a necessidade de tirar uma soneca, faça-o! É saudável, pode recarregar suas energias e melhorar o seu desempenho, como também o humor, por horas. Basta manter cochilos de no máximo de 20 a 30 minutos, caso contrário, poderá acordar sonolento. Pois a partir dai você pode entrar em uma fase mais profunda do sono, e torna-se mais difícil acordar.

O que ocorre quando se acorda por horas no meio da noite?

Esta é uma situação difícil e comum. Algumas pessoas entram em um padrão de “sono segmentado”, o que significa dormir por algumas horas, despertar em seguida, passar uma hora ou mais acordado e só então voltar a dormir.

Mas antes da invenção da luz artificial, em muitas culturas, era comum que as pessoas tivessem dois períodos de sono. O primeiro começava após o pôr do sol, seguido de um intervalo de vigília por várias horas. Depois, vinha o segundo período de sono, que terminava com o nascer do sol. Pode ser que esse tipo de sono segmentado a noite seja aceitável caso você não se sinta cansado durante o dia.

Computadores e o sono

Telas de computadores, tablets e celulares emitem uma luz azulada, que prejudica diretamente o relógio circadiano do nosso corpo e a nossa capacidade de dormir. Veja, no link abaixo, como obter mais informações sobre esse assunto.

Mas se você quiser usar tais dispositivos entre uma hora ou duas antes de dormir (ou se você está exposto a muita luz fluorescente em casa) e sofre de insônia, pode parecer estranho, mas deve tentar usar óculos de sol com lentes âmbar por algumas horas antes de dormir.

Ou tentar usar um novo aplicativo da informática (gratuito): o f.lux, que altera a cor de seu monitor para induzi-lo ao sono à noite. Há relatos de pessoas que tiveram sucesso com este método.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Veja também na ProcuraMed:

Computador antes de dormir prejudica o sono. Será?

Como dormir melhor (parte 1)

 

Como dormir melhor (parte 2) was last modified: novembro 8th, 2013 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês