Mais Saúde

Como a obesidade pode aumentar os riscos de câncer

Todos sabemos que estar obeso ou acima do peso aumenta os riscos de desenvolver doenças cardíacas e diabetes. O que poucos sabem é que o excesso de peso pode contribuir também para o desenvolvimento de câncer. É o que aponta um estudo publicado na edição de 14 de agosto da revista The Lancet.

Desenvolvido no Reino Unido, o estudo procurou conexões entre o peso e a probabilidade do desenvolvimento de 22 tipos de câncer. A conclusão foi a de que a obesidade aumenta de 9% a 62% os riscos para 10 tipos da doença.

O estudo analisou informações de saúde de mais de 5 milhões de pessoas durante sete anos e meio. Neste período, 166 mil pessoas desenvolveram algum tipo de câncer. Para chegar às conclusões, os pesquisadores calcularam o Índice de Massa Corporal (IMC) dos indivíduos afetados e comparou com o tipo de câncer desenvolvido – cancelando estatisticamente outros fatores que puderam levar à doença, como tabagismo e consumo excessivo de álcool.

Para entender melhor os resultados, vamos rever o conceito de IMC. Este índice leva em conta a altura e o peso da pessoa para definir se está acima, abaixo ou no peso ideal. O cálculo é o peso dividido pela altura ao quadrado. Você pode calcular online neste link ver o resultado:

IMC abaixo de 18,5 = abaixo do peso.

IMC de 18,5 e 24,9 = normal.

IMC entre 25 e 29,9 = acima do peso.

IMC acima de 30 = obeso.

Os pesquisadores britânicos descobriram que, para cada 5 pontos aumentados no IMC, os riscos de desenvolver câncer aumentam proporcionalmente em:

Útero: 62% a mais de risco

Vesícula Biliar: 31%

Rim: 25%

Fígado: 19%

Cervical: 10%

Cólon: 10%

Tireóide: 9%

Ovário: 9%

Leucemia: 9%

Câncer de mama pós-menopausa: 5%

A pesquisa não aponta a razão específica dessa relação, mas especialistas acreditam que ela existe porque a obesidade leva a alterações hormonais e ao aumento generalizado dos níveis de inflamação no organismo.

O estudo também não afirma que, se você é obeso, certamente irá desenvolver câncer. Entretanto, a obesidade, assim como os demais fatores de risco, precisa ser considerada. E, embora o câncer de próstata e de mama na pré-menopausa sejam menos incidentes em obesos, o ideal é estar sempre de olho no IMC. Assim, você também reduz as chances de desenvolver outras doenças crônicas.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Conheça as proteínas que estão além das carnes

Jejum intervalado: A nova sensação da dieta internacional

Como a obesidade pode aumentar os riscos de câncer was last modified: agosto 19th, 2014 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês