Mais Saúde

Aprenda a identificar os sintomas do AVC

Você sabe quais são os sintomas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) Relatórios recentes alertam para o perigo da falta de dianóstico dos primeiros sinais, inclusive em salas de emergências.

Estima-se que, apenas nos Estados Unidos, até 165 mil pessoas por ano chegam às salas de emergências dos hospitais com início de derrame ou AVC, mas os sintomas não são diagnosticados como tal. Os números são de pesquisa realizada pela Escola de Medicina da Universidade John Hopkins, em Maryland, e publicada na revista Diagnóstico 2014. A pesquisa tambem incluiu o derrame entre os chamados “os mais comuns diagnósticos perigosos perdidos”.

O derrame acontece quando um vaso sanguíneo no cérebro é obstruído ou, com menos frequência, quando um vaso sanguíneo cerebral se rompe e sangra. Em ambos os casos, pode causar danos graves, e os sintomas diferem de acordo com o local do cérebro em que aconte o acidente.

Os sintomas menos óbvios costumam ser mais sutis, como tonturas, dores de cabeça e dormência temporária. Em geral, quando o paciente chega às salas de emergência apenas com esses sintomas, o AVC se torna mais difícil de diagnosticar pelas equipes de atendimento.

O diagnóstico certeiro, em geral, acontece com sintomas mais agressivos, como uma paralisia em um dos lados do corpo. Em todos os casos, o tratamento rápido pode reduzir significativamente o risco de morte ou invalidez permanente.

No grupo de pessoas com maiores riscos de sofrer AVC estão aquelas com mais de 55 anos de idade, fumantes, com pressão arterial elevada ou colesterol alto. Afrodescendentes e pessoas com histórico familiar de derrame ou problemas cardiovasculares também têm risco mais elevado.

Alguns estudos realizados revelaram que mulheres e jovens são os que mais correm risco de não terem o AVC diagnosticado corretamente a tempo. Um estudo feito na Universidade de Columbia, em Nova York, mostrou que as mulheres são as que menos conseguem reconhecer os sintomas – a 20% delas sequer consegue listar um único deles.

Para amentar se conhecimento sobre o assunto, aqui estão os cinco sintomas mais comuns. Alguns deles podem se desenvolver ao longo de horas, mas, em geral, eles ocorrem de repende:

1. Formigamento súbito; dormência ou fraqueza da face, dos braços ou das pernas, especialmente em apenas um dos lados do corpo.

2. Confusão súbita ou dificuldade para falar, engolir ou entender os outros.

3. Visão dupla ou dificuldade súbita de ver com um ou ambos os olhos.

4. Dificuldade súbita em andar, tonturas ou perda de equilíbrio ou coordenação.

5 . Dor de cabeça severa e súbita, especialmente acompanhada por vômito, tontura ou alteração da consciência.

Tente decorar estes sintomas. Eles podem fazer muita diferença em um diagnóstico rápido e preciso.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Consumo de refrigerantes aumenta o risco de AVC

Dormir menos que seis horas eleva risco de AVC

 

 

 

 

 

Aprenda a identificar os sintomas do AVC was last modified: junho 15th, 2016 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês