esponja

Agora: lave suas mãos e o seu celular

Amanhã, 15 de Outubro, comemorar-se-á o Global Handwashing Day (Dia Mundial de Lavar as Mãos). Para tanto, uma nova pesquisa acaba de ser divulgada, mostrando que um em cada seis celulares no Reino Unido estão contaminados com bactérias fecais, e tudo em virtude da má higiene pessoal.

Um em cada seis celulares contêm E.coli

Os resultados mostraram que 16% dos aparelhos estavam contaminados com E. coli (Escherichia coli), uma bactéria que pode causar intoxicação alimentar. O estudo também descobriu que os britânicos tendem a mentir sobre sua higiene pessoal.

O estudo, realizado pela London School of Hygiene and Tropical Medicine e pela Queen Mary University of London, e coletou amostras de 390 telefones em 12 cidades, levanta sérias questões de saúde pública, pois constatou que 16% das mãos, e a mesma proporção de telefones, estavam contaminados com E. coli. A cepa virulenta da bactéria foi recentemente implicada no surto fatal de intoxicação alimentar que ocorreu na Alemanha no mês de junho.

Para a Dra. Valerie Curtis, da London School of Higiene and Tropical Medicine, este estudo fornece mais evidências de que algumas pessoas ainda não lavam as mãos corretamente, especialmente depois de ir ao banheiro. Ele espera que o pensamento de ter E.coli nas mãos e nos celulares, encoraje as pessoas a tomar mais cuidado no banheiro. Lavar as mãos com sabão é uma coisa tão simples de fazer, e que sem dúvida salva vidas, disse ele.

A cidade que teve o maior nível de contaminação das mãos, foi Londres (28%), enquanto que do celulares foi Birmingham (41%). Os cientistas também encontraram uma divisão norte-sul nos níveis de bactérias encontrados nos celulares. As cidades mais a norte eram as mais sujas, sendo Glasgow a que teve o pior nível médio bacteriano das mãos e dos celulares, 9 vezes maior do que em Brighton. Outra constatação foi de que as pessoas, que apresentavam bactérias em suas mãos, tinham 3 vezes mais chances de ter bactérias em seu celular. Embora alguma cidades tenham um menor indíce de contamiação, o fato da E. coli estar presente nos celulares e nas mãos em todas as cidades amostradas, indica que este é um problema nacional.

As pessoas podem afirmar que lavam as mãos regularmente, mas a ciência mostra o contrário, disse o Dr. Ron Cutler, da Queen Mary University of London. Na pesquisa, 95% das 390 pessoas entrevistadas disseram que lavaram as mãos com sabão sempre que possível, mas 92% dos seus celulares e 82% das suas mãos estavam contaminadas com bactérias. As bactérias fecais podem sobreviver na superfície das mãos durante horas, especialmente, em temperaturas mais quentes e longe da luz solar. Ela é facilmente transferida por contato através de maçanetas, alimentos e até por nossos queridos telefones celulares!

Para prevenir-se, veja o vídeo: Como Lavar as Mãos Corretamente