reveillon

Três segredos brasileiros sobre viver bem

Nesta semana, o site de notícias americano Huffington Post publicou um artigo sobre o que o Brasil pode ensinar ao mundo sobre viver bem. Nele, são ressaltadas algumas características do povo brasileiro que, segundo o site, poderiam ser adotadas também em outras culturas.

reveillon

A base de comparação é o comportamento dos norteamericanos e dos brasileiros. Apesar dos aspectos negativos que temos aqui, como problemas na saúde pública, na infraestrutura e na política nacional, o artigo mostra o lado positivo do brasileiro e comportamentos que nos tornam mais felizes e saudáveis. Confira os três principais:

1. Famílias brasileiras estão sempre conectadas

O senso de união e contato constante que existe nas famílias brasileiras é mais raramente encontrado nos EUA. Lá, considera-se saudável que o jovem saia cedo de casa para encontrar emprego ou cursar faculdade. Consequentemente, os laços familiares acabam se tornando mais fracos.

No Brasil, mesmo parentes que não vivem junto acabam mantendo contato constante. E isso é positivo. Um estudo realizado em Harvard há 75 já mostrava que manter conexões com a família é uma chave importante para a felicidade e a saúde.

2. A celebração é uma forma de vida

Quem nunca viu um “gringo” elogiando as festas brasileiras? Os americanos estão entre os mais entusiasmados com a diversão brasileira no Carnaval, no Reveillon, nos estádios de futebol. O dia a dia nos Estados Unidos e a formação cultural mais fechada e restrita nem sempre são recheadas de diversão e alegria.

Festas e celebrações são ótimas maneiras de conhecer pessoas, interagir e desestressar. Brasileiros sabem comemorar. Americanos sabem se sobrecarregar de trabalho. O ideal é o equilíbrio entre os dois, e certamente brasileiros e americanos têm muito o que aprender uns com os outros nesse sentido.

3. A música move o humor

No Brasil, não é raro uma pessoa, ao ouvir alguns acordes, começar a cantar uma música. Nos EUA, não é todo dia que se vê uma pessoa cantando na rua. Com a música brasileira, vem a dança, a interação social e a alegria. E, com tudo isso, a saúde física e mental.

E não é só nas relações interpessoais que a música se mostra benéfica. Estudos apontam que música e dança diminuem o estresse, melhoram nossa capacidade de pensar com clareza e reforçam nosso sistema imunológico.

Tanto em uma cultura quanto em outra, é sempre bom dar atenção ao que nos faz bem e nos deixa saudáveis. O artigo completo do Huffington Post, com esses e outros comparativos, você pode ler aqui.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Veja também na ProcuraMed:

Por que o SUS não vai estar na abertura Olímpica do Rio

A dengue e a Copa do Mundo

 

 

 

Esta postagem também está disponível em: Inglês