Mais Saúde

Sentimentos positivos ajudam a proteger a saúde cardiovascular

Você é uma pessoa otimista e possuídora de bons sentimentos? Se você respondeu que sim, isso é ótimo! De de acordo com um novo estudo, produzido por pesquisadores da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, um positivo bem-estar psicológico reduz o risco de ataques cardíacos, AVC e outros eventos cardiovasculares.

O estudo, publicado no Psychological Bulletin, é a maior revisão bibliográfica sobre o tema, até o momento, e mostrou que indivíduos mais otimistas tiveram um risco aproximadamente 50% menor de sofrer um evento cardiovascular inicial em comparação com seus pares menos otimistas.

 Coordenado pelas pesquisadoras Julia Boehm e Laura Kubzansky, o estudo procurou entender melhor como o bem-estar psicológico e as Doenças Cardiovasculares (DCV), podem estar relacionados. Para isso as pesquisadoras investigaram a associação do bem-estar para com os comportamentos e os marcadores biológicos relacionados a saúde cardiovascular.

Como resultados elas descobriram que a sensação de bem-estar dos indivíduos estava envolvida com comportamentos saudáveis, como exercícios, comer uma dieta equilibrada, e dormir o suficiente. Além disso, um maior bem-estar estave relacionado a uma melhor função biológica, como uma pressão arterial mais baixa, um bom nível de colesterol no sangue, e um peso corporal normal.

De acordo com Boehm, a ausência de pensamento negativo não quer dizer a mesma coisa do que a presença de pensamento positivo. A pesquisadora avalia que o otimismo, satisfação de vida e felicidade estão associados à redução do risco de DCV, e que eles também são fatores que retariam a progressão dessas  doenças, tudo isso independendo de fatores como a idade, situação socioeconômica, peso, ou tabagismo.

Kuzbansky considera que os resultados sugerem que devemos enfatizar os pontos fortes psicológicos ao invés de simplesmente atenuar os déficits psicológicos para melhorar a saúde cardiovascular. A pesquisadora considera que a pesquisa traz fortes implicações para a construção de estratégias de prevenção e de intervenção na saúde.

Ao longo das últimas décadas vários estudos têm mostrado estados negativos, como raiva, depressão, ansiedade e hostilidade, a ser prejudicial para a saúde cardiovascular, porém poucos estudo mostram como características psicológicas positivos estão relacionadas com a saúde do coração. Os resultados do estudo sustentam o conceito amplo de saúde, preconizado pela Organização Mundial de Saúde, que consideram que saúde não é a ausência de doença, mas sim o bem-estar físico, mental e social completo, não esquecendo da necessidade de existência de um meio ambiente sadio, condição obrigatória para uma vida saudável.

Que tal utilizarmos o dia de hoje, segunda-feira, para iniciarmos uma nova semana repleta de escolhas saudáveis e sentimentos positivos. Uma boa opção é estar perto de pessoas felizes, visto que há estudos que mostram que estar perto de um amigo feliz aumenta, em até 25%, a probabilidade de você também ficar.

Leia também na ProcuraMed:

*Dia Mundial do Coração

Precisa encontrar um(a) Médico(a) Cardiologista? É rápido e simples! É só entrar em nosso site: www.procuramed.com

Foto: google.com

Sentimentos positivos ajudam a proteger a saúde cardiovascular was last modified: junho 17th, 2016 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês