sonhar

Para resoluções de sucesso: primeiro, sonhe

Você fez algumas resoluções de Ano Novo? Talvez, coisas relacionadas com a sua saúde, como: “Eu vou começar a andar mais” ou “eu vou beber menos álcool” ou “vou comer peixe três vezes por semana”. Estas são metas razoáveis, mas você tem probabilidade de sucesso?

sonhar

No dia 1º de janeiro de 2013, o Harvard Business Review (blog) trouxe um post afirmando que, para ser bem sucedido em suas resoluções, você precisa, primeiro, sonhar. A autora, Whitney Johnson, disse que as pessoas, muitas vezes, não têm sucesso em suas resoluções porque realmente não se conhecem bem o suficiente. Ela escreve que, para se conhecer bem o suficiente, é preciso deixar a mente viajar… e sonhar sobre como seria seu “eu” ideal, com quem seria parecido e o que estaria fazendo.

Resoluções típicas fixam algo que (para você) está errado: você é muito gordo ou come as coisas erradas ou perde muito tempo no Facebook. Johnson afirma que seu tempo seria mais bem empregado se, primeiro, você descobrisse qual é o seu “eu” ideal. Uma vez que você, honestamente, define suas expectativas e aspirações pessoais, torna-se mais fácil seguir com os desafios difíceis de longo prazo, como perder 10 kg no ano seguinte ou correr três vezes por semana.

Ela resume algumas de suas ideias desta forma:

“Quanto mais você sabe quem você é, menos provável é de você procrastinar. E quanto mais nós sonhamos em nos tornarmos quem queremos ser, mais próximos estamos de realizar nossas resoluções”.

“Depois de algumas semanas, possivelmente, até um mês após uma reflexão interior, as resoluções necessárias para tornar seu sonho uma realidade ficarão evidentes”.

Portanto, tome algum tempo sozinho, até algumas semanas, e aproveite esses momentos para deixar sua mente divagar. Imagine-se magro ou atlético ou fazendo algo que deseja para si mesmo, Sonhe-se. Como sua vida seria diferente? Você seria mais feliz?

Talvez, isso soe como um conto de fadas, mas quase tudo no artigo do Harvard Business Review merece atenção. Por isso, se você ainda não descobriu quais eram suas resoluções nos últimos anos, pode ser bem interessante olhar-se para o espelho, especialmente o interno, e encontrar o que a autora de Harry Potter, JK Rowling, chama de “nada mais nada menos do que o mais profundo desejo, o mais desesperado de nossos corações”.

Quando você o encontrar, será mais fácil completar as tarefas mais árduas – como, por exemplo, fazer dieta -, pois terá se comprometido a transformar-se em seu em seu ideal e ser feliz por si mesmo.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

 

Esta postagem também está disponível em: Inglês