Mais Saúde

A vida na cidade está lhe deixando louco?

Segundo as Nações Unidas, 54% da população mundial vivem em áreas urbanas e, em 2050, esse percentual deve crescer para quase 70%. A vida urbana está correlacionada com o aumento dos níveis de doença mental e estresse. Os moradores da cidade têm um risco 20% maior de transtornos de ansiedade e um risco 40% maior de transtornos do humor em comparação com pessoas que vivem em áreas rurais.

Com base em pesquisa da Universidade de Stanford e publicado recentemente na revista Proceedings, da Academia Nacional de Ciências (EUA), oferecemos aos moradores da cidade uma maneira de acalmar um pouco a vida. É uma alternativa simples, que pode ser aliada à meditação: fazer uma caminhada na natureza, ou, pelo menos, em um parque. A sugestão é conclusão da pesquisa, que usou a mais recente tecnologia em estudos sobre o cérebro.

O estudo envolveu 38 homens e mulheres saudáveis e mediu sua tendência a “ruminar”. Ruminação é um tipo de pensamento negativo, auto-crítica ou conversa interna que às vezes pode se tornar quase uma obsessão. É um processo de pensamento comum, especialmente naqueles que são cronicamente ansiosos ou deprimidos, e que ajuda a destruir o humor.

Os 38 participantes foram submetidos a escaneamento do cérebro funcional no começo do estudo. Em seguida, fizeram 90 minutos de caminhada em uma área arborizada ou dentro de uma cidade, nas calçadas perto de tráfego.

Os participantes que caminhavam na natureza relataram menos ruminação e suas ressonâncias do cérebro mostraram a diminuição da atividade em seu córtex pré-frontal, área que normalmente mostra maior atividade sob estresse. Os que caminharam na cidade, perto do tráfego, não mostraram nenhuma melhora nas ressonâncias.

Se você não tem acesso fácil a um ambiente mais próximo da natureza, tente ao menos fazer caminhadas em um parque da cidade, em um lugar onde você pode ver mais árvores do que carros, e ouvir mais aves do que buzinas. E quando você puder sair totalmente da cidade, pelo menos ocasionalmente, tente fazer isso para o bem da sua saúde mental.

“Este estudo é excitante porque demonstra o impacto de uma experiência com a natureza em um aspecto da regulação emocional – algo que pode ajudar a explicar como a natureza nos faz sentir melhor”, afirmou o principal pesquisador do estudo, Gregory Bratman.

O estudo também pode ser útil para estimular os moradores da cidade, e aqueles preocupados com os custos associados com a doença mental urbana, a defender mais espaços verdes dentro das cidades. Se estas áreas são seguras e acessíveis, elas podem realmente diminuir a taxa de doença mental urbana e todos os custos adicionais relacionados a elas, pagas por todos nós.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Como garantir a segurança dentro de veículos

Como o olhar canino pode aumentar nossos níveis do hormônio do amor

A vida na cidade está lhe deixando louco? was last modified: março 14th, 2016 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês