• cerebro

    Se você se preocupa com perda de memória ao envelhecer, leia isso

    Um estudo desenvolvido na Alemanha coloca uma nova luz sobre a memória de pessoas idosas. Ele mostra que, entre pessoas normais, a memória não se deteriora necessariamente com o avançar da idade. Pode ser simplesmente excesso de informação.

  • pesticide

    Alzheimer e Parkinson podem estar ligados a exposição a pesticidas

    O uso de produtos químicos na agricultura tem sido alvo de diversas críticas, em especial no que se à relação existente entre o contato com pesticidas e o desenvolvimento de doenças degenerativas, como Alzheimer e Parkinson. Estudo recém publicado pela revista Neurology reforça esta preocupação.

  • glymphatic

    Saiba como o sono pode ajudar a limpar seu cérebro

    Estudos recentes apontam mais um motivo para termos sono de qualidade – limpar os resíduos metabólicos que acumulam em nosso cérebro durante as horas de vigília.

  • cerebro3

    Por que o cérebro de alguns idosos melhoram

    Pesquisadores que estudam os idosos com excelentes memórias descobriram maneiras em que seus cérebros diferem das pessoas com memórias normais.

  • cerebro estimulado

    Seis maneiras de manter o cérebro estimulado

    Quanto mais estímulos cerebrais uma pessoa receber mais lento será o declínio mental durante o envelhecimento, graças a uma espécie de “reserva cognitiva” angariada durante a vida. Estimulação criativa e variação nos hábitos são duas boas abordagens para formar uma “poupança” de tecidos cerebrais para a velhice.

  • pimentao

    Nicotina no pimentão protege contra a doença de Parkinson

    Alimentação à base de pimentão (que contém nicotina) reduz o risco de desenvolver Mal de Parkinson.

  • punhado

    Cerrar os punhos pode melhorar sua memória?

    Um estudo publicado recentemente mostrou que cerrar o punho direito, em posição de soco, durante 90 segundos antes de receber uma informação, auxilia a memorização. A pesquisa também mostrou que é mais fácil lembrar-se de algo depois de manter o punho esquerdo fechado, em posição de soco, por 90 segundos. A experiência foi feita com destros. As pessoas canhotas podem testar o exercício com as mãos invertidas.

  • neymar-cabecada

    Cabeceadas na prática esportiva podem causar dano cerebral

    Há uma preocupação crescente com as lesões cerebrais crônicas resultantes da prática de alguns esportes. Um estudo recente, com meninas jogadoras de futebol, demonstrou queda sutil na atividade mental. O que se sabe, até agora, é que atletas interessados em manter um desempenho cerebral ideal devem minimizar as cabeceadas