esponja

Onde os germes se escondem em sua cozinha

A NSF International é uma organização sem fins lucrativos, que atua globalmente para ajudar a melhorar a saúde pública e o meio ambiente (possui, inclusive, escritório em São Paulo). Particularmente, o ponto forte da entidade é desenvolver normas internacionais de segurança de alimentos e água.

esponja

Parte do seu trabalho é a pesquisa. Há dois anos, a NSF publicou importante estudo que identificou, dentro das casas, as áreas que mais abrigavam os germes. A maioria das pessoas acredita que o banheiro é o local mais sujo, mas, na verdade, a cozinha foi apontada como a área com maior concentração de germes e, portanto, a que apresentou o maior risco à saúde pessoal.

A organização acaba de lançar um novo relatório, que analisou mais de perto a cozinha das pessoas, no qual identifica as áreas onde está acumulada a maior parte das bactérias, leveduras e dos bolores. As principais bactérias testadas foram Salmonella, E. coli e Staph.

Esses organismos são conhecidos por causar intoxicação alimentar. Embora raramente fatal, provocam sintomas muito inconvenientes. Porém, crianças, idosos, mulheres grávidas e imunossupressores são mais propensos a sofrer de sintomas graves e complicações.

Hoje, vamos listar algumas das conclusões dos dois estudos da NSF para que você possa dar atenção especial a essas áreas em sua casa. Enquanto a maioria das pessoas pensa que a intoxicação alimentar só ocorre em restaurantes imundos, 20% dos casos ocorrem a partir da limpeza inadequada de vegetais, carnes e superfícies das residências. Aqui, estão os destaques:

1. Esponjas de cozinha

É irônico que o item mais usado para a limpeza seja o pior deles também para a contaminação. As esponjas são cheias de buracos, dentro dos quais as bactérias se escondem, e geralmente não são higienizadas com regularidade. Muitas vezes, são deixadas na pia, um local cheio de bactérias, constantemente molhada, cujo terreno é ideal para a alimentação desses organismos.

2. Pia de cozinha

A pia da cozinha típica (uma vez que está em contato com alimentos) tem 100 mil vezes a contagem de bactérias da pia do banheiro. Logo, mantenha-a limpa e não deixe a esponja dentro dela o dia todo.

3. Na geladeira

Remova os compartimentos de carne e vegetais, lave-os com uma esponja (limpa), usando água quente com detergente, e seque-os com pano limpo (panos de cozinha também têm alto risco de contaminação de germes). É importante limpar os sucos da carne derramados, pois são exímios causadores de intoxicação alimentar.

3. Junta de borracha no liquidificador

A maioria das pessoas não quer perder tempo desmontando o liquidificador para lavá-lo, mas o selo de borracha é uma enorme fonte de contaminação. Lembre-se sempre desmontar o copo do liquidificador para limpá-lo.

4. Abridor de lata

Coloque-o na máquina de lavar louça, se puder, ou lave logo depois de usá-lo, eliminando todo resíduo de alimentos ao redor da lâmina de corte.

5. Espátulas de borracha

Mais uma vez, lavar na máquina, se puder, ou em água quente com sabão.

6. Bloco de madeira do armazenamento de faca

A NSF recomenda que seja lavado e higienizado mensalmente. Primeiro, deve-se limpar os resíduos acumulados nos buracos e, em seguida, mergulhar o bloco inteiro em uma solução diluída com água sanitária. Depois, enxague e seque bem. Insira somente facas limpas dentro do bloco.

7. Gelo da geladeira e dispensador de água

Se você tem uma dessas geladeiras de última geração, com dispensador de água e gelo, atenção: essas áreas demandam cuidado especial. Leia o manual do refrigerador e as instruções de limpeza ou, então, veja os detalhes do relatório da NSF, que recomenda a limpeza desses compartimentos com uma solução de vinagre.

Embora hoje tenhamos abordado apenas a limpeza dos itens da cozinha, saiba que, de acordo com a NSF, a fonte número de 1 de bactérias em toda a casa está acondicionada no banheiro: é o porta escova de dentes.

Boa faxina!

Precisa encontrar um(a) médico(a)? É rápido e simples! É só entrar em nosso site: www.procuramed.com

Veja também na ProcuraMed:

*Alimentos para o bom humor

*Probiótico reduz diarreia causada por uso de antibióticos

 

Esta postagem também está disponível em: Inglês