Mais Saúde

O que é mais saudável, açúcar ou adoçante?

Se por um lado os produtos light ou sem açúcar nos atraem por menor número de calorias, por outro, nos perguntamos até que ponto eles são saudáveis ou seguros para nossa saúde. Adoçantes artificiais podem causar câncer? Eles podem mesmo ajudar a perder peso?

Enquanto há controvérsias, procuramos algumas das melhores pesquisas sobre o assunto para ajudar você com as questões mais frequentes.

  1. Adoçantes artificiais favorecem o desenvolvimento de câncer?

A má reputação dos adoçantes artificiais começou em 1970, depois que um estudo mostrou que ratos alimentados com ciclamato aumentaram as chances de desenvolver cancro de bexiga. Mais tarde, o mesmo risco foi relacionado ao uso da sacarina, o adoçante artificial mais antigo no mercado. Em 1996, outro estudo relacionou o uso do aspartame ao aumento da taxa de tumores cerebrais em humanos.

Depois de publicados, esses estudos chocaram não apenas à comunidade médica, mas também os consumidores. Assim, novos estudos, com o mesmo enfoque, foram realizados. Os resultados foram um forte consenso científico de que nenhum desses adoçantes leva ao desenvolvimento de câncer em seres humanos.

A explicação do desenvolvimento de cancro em ratos é que esses animais são mais vulneráveis a tumores na bexiga. Assim, o câncer pode ter sido causado por várias outras substâncias e a mesma reação não acontece em humanos, que são menos vulneráveis.

  1. Os adoçantes mais novos apresentam riscos?

Desde que o aspartame foi desenvolvido, vários outros tipos de adoçantes surgiram. Alguns são vendidos como sendo mais naturais, já que são derivados do açúcar. Assim como os demais, o uso desses adoçantes tem sido discutido. Segundo o National Cancer Institute, “os resultados destes estudos não demonstram nenhuma evidência de que esses adoçantes causem câncer ou representem qualquer ameaça para a saúde humana”.

  1. Adoçantes ajudam a reduzir peso?

Outra grande questão sobre os adoçantes é se eles realmente ajudam na perda e no controle do peso. Embora muitos chegam até a apresentar zero caloria, o efeito do emagrecimento é controverso. Alguns estudos mostram que eles realmente ajudam, mas há outros que apontam que pessoas que passam a consumir refrigerantes e sucos adoçados artificialmente acabam até ganhando peso.

Esse efeito negativo parece ter sido explicado em artigo publicado em 2014. Segundo pesquisa realizada em Israel, adoçantes artificiais podem alterar o microbioma do intestino e o equilíbrio delicado de bactérias que ajudam a digerir os alimentos. Os autores sugerem que os adoçantes podem facilitar o crescimento de bactérias causadoras de maior absorção de alimentos de maior teor calórico, o que leva ao aumento de peso. Então, se você costuma fazer bastante uso de adoçante, tente observar a forma com que seu organismo reage e, se for o caso, busque reduzir o eliminá-lo de sua dieta.

Outra questão que pode levar ao ganho de peso é o fato de que, em algumas pessoas, o consumo de alimentos e bebidas com adoçantes artificiais pode passar ao cérebro a mensagem de que ainda não se comeu o suficiente.

Em nosso próximo post, iremos falar e dar algumas dicas sobre o uso de açúcar.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Uma maneira simples de diminuir o risco de câncer

Você sabe quais são os sinais de alerta do câncer?

O que é mais saudável, açúcar ou adoçante? was last modified: março 14th, 2016 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês