dieta paleo

O que é a Dieta Paleolítica?

Você já ouviu falar sobre a Dieta Paleo? Também conhecida como Dieta do Homem das Cavernas ou Dieta Paleolítica, ela é a dieta da vez entre as celebridades*. E, assim como toda dieta da moda, ela gera dezenas de análises contra e a favor, muita polêmica e pouco consenso entre médicos e nutricionistas. Mas será que ela é a dieta certa para você?

dieta paleo

O principal argumento usado pelos idealizadores da Dieta Paleo é que o organismo humano, em especial o sistema digestivo, não acompanhou o ritmo da evolução da agricultura e dos hábitos alimentares. A agricultura e o hábito de consumir grãos processados são datados historicamente há 10 mil anos. Os defensores da dieta, entretanto, alegam que 10 mil anos não são suficientes para o organismo se adaptar a novas dietas. Assim, apesar da evolução do Homo sapiens, nosso sistema digestivo ainda estaria preso ao período Paleolítico.

Muitas doenças crônicas estariam ligadas a essa falha evolutiva, entre elas obesidade, diabetes, doenças cardíacas e pressão arterial elevada. Também seriam conseqüência dessa incompatibilidade alimentar as doenças auto-imunes como asma, alergias e artrite.

Alguns adeptos da dieta fazem dela apenas uma das mudanças de hábitos que remetem à era Paleolítica. Na busca pela aproximação dos hábitos de nossos ancestrais, esses adeptos passam a ir andando ou correndo para o trabalho, dormem sem colchão, andam descalços sempre que podem e até deixam de tomar banho. Como esse comportamento não é adotado por todos, vamos nos ater apenas à dieta.

A Dieta Paleo defende, basicamente, a ingestão de carne de animais em grande quantidade. Também indica a preferência por carnes mais exóticas, de caça, de animais selvagens ou de gado alimentado apenas com grama. Frutas, legumes, peixe, nozes, sementes, óleos naturais (como o de azeite) e ovos também estão liberados.

São absolutamente proibidos alimentos processados, de qualquer espécie, assim como açúcar, sal, grãos (como trigo e quinoa), leguminosas (como amendoim), arroz, milho, produtos lácteos e batatas. As versões mais rigorosas também proíbem café e álcool – regras que costumam ser deixadas de lado pelos adeptos menos radicais.

Apesar do sucesso que tem feito, ainda se sabe muito pouco sobre os efeitos dessa dieta sobre a saúde. Os estudos realizados não duraram mais que três meses, o que reforça as controvérsias. Mas, em linhas gerais, a restrição do consumo de açúcar e de alimentos processados é um bom indicativo de que seja saudável. Se essa dieta é boa para seu corpo e para seu ritmo é o assunto da segunda parte de nosso post, que você terá acesso ainda nesta semana.

*Daniel Rocha adota dieta paleolítica e perde cinco quilos para personagem (Bol Notícias)

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

A dieta saudável para o cérebro

Dieta pode influenciar na reincidência do câncer

Esta postagem também está disponível em: Inglês