Menopause

Novos estudos sobre a menopausa

Ao longo da vida, a mulher passa por mudanças de diversas naturezas, como o evento da menarca (1ª menstruação), da iniciação sexual, da gravidez e da menopausa. As alterações hormonais que levam ao fim do período reprodutivo, marcado pela menopausa, exigem adaptações físicas, psicológicas e emocionais.

Menopausa

Hoje mostraremos alguns artigos publicados nas últimas semanas sobre a menopausa. Em um primeiro momento, será mostrada a relação entre o estilo de vida e a menopausa. No segundo momento, falaremos a respeito dos benefícios do consumo de soja no controle das ondas de calor, típicas da menopausa. Já no terceiro momento, será abordado a relação da menopausa com a memória.

Publicado no periódico American Journal of Epidemiology, e desenvolvido pelo Institute of Cancer Research no Reino Unido, o primeiro estudo mostra como que o estilo de vida pode influenciar na idade na qual essas mulheres entrarão na menopausa. O fator que pareceu exercer a influência mais forte foi o tabagismo, sendo que mulheres que tinham esse hábito na juventude entraram na menopausa dois anos antes do que mulheres que não fumavam. O peso também mostrou ser importante, onde mulheres obesas entraram na menopausa em média um ano depois do que as participantes da pesquisa que tinham peso normal. Os resultados mostram assim a importância dos fatores do estilo de vida na determinação da idade da menopausa.

Já no segundo estudo, publicado no periódico Menopause: The Journal of the North American Menopause Association, é feita uma revisão bibliográfica a respeito dos benefícios do consumo de soja no controle das ondas de calor da menopausa.  A revisão, feita por pesquisadores de diferentes universidades ao redor do mundo, mostrou que duas porções diárias de soja são capazes de reduzir a frequência e a severidade das ondas de calor em até 26%. O segredo do alimento estaria na isoflavona, um composto orgânico natural que teria um efeito estrogênico por apresentarem semelhança estrutural com o hormônio estrogênio. O estudo mostrou que ingerir, pelo menos, 54 miligramas de isoflavonas de soja por dia ajuda a diminuir as ondas de calor. Cada grama de proteína de soja fornece aproximadamente 3,5 mg de isoflavonas, dois copos de leite de soja fornecem aproximadamente 50 mg de isoflavonas.

Em relação a memória e a menopausa, um estudo conduzido pela Universidade de Rochester, e publicado no periódico Menopause, confirmou uma relação entre o início da menopausa e problemas de memória. Embora exista esse declínio de memória, a boa notícia vem de um outro estudo, dessa vez realizado na Suécia, que mostrou que esse declínio inicial nas pessoas é mais lento do que se pensava. De acordo com o estudo, publicado no periódico Trends in Cognitive Sciences, realizado com homens e mulheres, constatou-se que metade dos participantes aos 60 anos de idade não apresentavam indícios de declínio, e em cerca de 15 %,  o cérebro estava funcionando completamente bem até os 80 anos.

Com os estudos mostrados hoje, podemos verificar que a menopausa é um assunto complexo e que merece cada vez mais a atenção da comunidade científica. Para ler mais informações sobre a menopausa, existe um material produzido em 2008 pelo Ministério da Saúde que traz várias informações importantes sobre o tema. Para ler o material clique aqui.

Veja também na ProcuraMed:

* Frutas vermelhas retardam processo de declínio cognitivo

* Treinamento musical modifica processo de envelhecimento

Precisa encontrar um(a) Médico(a)? É rápido e simples! É só entrar em nosso site: www.procuramed.com

Foto: Google.com

Esta postagem também está disponível em: Inglês