Mais Saúde

Dietas vegetarianas com peixes podem diminuir risco de câncer de cólon

Você já deve ter ouvido falar que o consumo de carne vermelha pode estar associado ao câncer de cólon e de reto. Este tipo de câncer é um dos mais comuns no Brasil, com mais de 32 mil vítimas anuais, segundo o Instituto Nacional do Câncer do Brasil. Mas adotar uma dieta mais radical, 100% vegetariana, também não é a melhor opção.

Estudo publicado no último dia 9 de março no JAMA Internal Medicine mostra que nem todas as dietas vegetarianas são iguais em relação ao efeito protetor contra o câncer de cólon e de reto. Também aponta que vegetarianos que incluem peixe na dieta têm menor incidência deste tumor. Confira as especificidades de cada uma:

Vegan (sem carne, peixe, ovos ou laticínios): risco 16% menor de câncer de cólon / câncer retal em comparação com dietas que incluem carne.

Ovo-lacto vegetariana (sem carne, mas com laticínios e ovos): risco 18% menor quando comparada às dietas com carne.

Pescetarianismo (sem carne, mas com peixe): risco 43% menor em comparação à dieta com carne.

Semi-vegetariana (com consumo de carne não mais que uma vez por semana): risco 8% menor de desenvolver câncer de cólon ou reto em comparação a dietas com consumo mais regular.

Participaram deste estudo mais de 77 mil homens e mulheres. Além da dieta, há alguns outros fatores que favorecem este tipo de câncer. Porém, os pesquisadores se certificaram de que eles não teriam influência sobre os resultados do estudo em questão.

Balança equilibrada

Cigarro e consumo de álcool podem influenciar, e muito, no desenvolvimento de câncer de cólon e de reto. A genética também tem força, por isso, se há histórico deste tipo de câncer na família, é bom ficar atento. Uma alternativa para prevenção é a redução do consumo de carne, em especial vermelha e processada.

Carnes vermelhas, processadas e embutidos, como salsichas, linguiças e frios, estão fortemente ligadas a vários tipos de câncer. Carnes cozidas a temperaturas elevadas também são de alto risco, pois este tipo de cozimento leva à formação de produtos químicos carcinogênicos (que causam cancro). Também são fatores de risco para câncer de cólon e reto a obesidade e o sedentarismo.

Mas assim como o consumo de carne vermelha pode aumentar o risco deste tipo de câncer, a inclusão de vegetais e de frutas na dieta parece ter efeito contrário. A causa seria a presença de teores elevados de fibra e antioxidantes nesses alimentos. Nos peixes, a proteção se dá devido ao alto teor ômega-3.

Como a maioria dos tipos de câncer, o câncer de cólon e de reto, quanto identificado em estágio inicial, apresenta grandes chances de cura. Você pode ler mais sobre sintomas, prevenção e tratamento desta doença no site do Hospital Albert Einstein ou na American Cancer Society.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

O que é a Dieta Paleolítica?

A dieta saudável para o cérebro

Dietas vegetarianas com peixes podem diminuir risco de câncer de cólon was last modified: março 15th, 2016 by

Esta postagem também está disponível em: Inglês