vegana diabetes

Diabéticos ganham aliado contra problemas nos nervos

A cada ano, a população fica mais pesada e mais propensa a desenvolver doenças relacionadas ao peso, como o colesterol alto, hipertensão e diabetes. Entre os diabéticos, um problema recorrente é a lesão dos nervos, que leva à dormência e dor nas extremidades, como pés e pernas. Mas estudos realizados nos últimos 20 anos mostram que mudanças na dieta podem ser grandes aliadas para reduzir e até eliminar esse desconforto.

 vegana diabetes

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 7% dos brasileiros são diabéticos. Com o aumento da idade, aumenta a incidência da doença – entre os brasileiros acima dos 65 anos, 22% são diabéticos. Cerca de metade da população diabética no País sofre com a lesão progressiva crônica de múltiplos nervos dentro do corpo, condição conhecida como neuropatia diabética.

Os primeiros sintomas da neuropatia diabética são mais comumente percebidos nos pés e pernas, mas o problema pode afetar qualquer nervo do corpo. Acredita-se que a lesão nos nervos seja consequência de lesões progressivas nos vasos sanguíneos que os irrigam. Assim, quando os nervos não recebem suprimento adequado de sangue, podem não funcionar corretamente, causando dormência ou dor.

Não são raros os casos de diabéticos que sofrem com dormência ou formigamento nos pés, dor ao caminhar ou durante o sono. Em casos mais graves, a dormência pode levar a úlceras ou infecções que são difíceis de curar. Entre os homens, há o risco dos nervos do pênis serem afetados, o que leva frenquentemente à disfunção erétil.

Essas dores, além de debilitantes, são difíceis de se tratar. Alguns médicos recorrem aos antidepressivos, mas o tratamento mais frequente é a combinação de diferentes medicamentos, incluindo analgésicos. Alguns estudos, entretanto, apontam como tratamento alternativo a mudança na dieta dos pacientes. Nessa linha, a dieta vegana apresenta resultados significativos.

Em 1994, um estudo feito com 21 pessoas diabéticas apontou resultados surpreendentes depois da mudança dos hábitos alimentares. Todos os pacientes adotaram uma dieta vegana, com baixo teor de gordura e rica em fibras. O resultado foi que 81% dos participantes relataram alívio completo da dor somente com a mudança na alimentação.

Um estudo mais recente, apresentado na Associação Americana de Educadores de Diabetes em Orlando, na Flórida, reforçou o estudo feito em 1994. Este segundo estudo envolveu 15 pacientes, que também relataram alívio das dores depois de submetidos a uma dieta vegana, com baixo teor de gordura.

Esta pesquisa também confirmou que todos os pacientes, tanto os que adotaram a dieta vegana quanto os que seguiram com seus hábitos alimentares normais, apresentaram diminuição da dor após suplementação de vitamina B12 – comumente deficiente entre os diabéticos.

Os dois estudos foram realizados com número pequeno de participantes e em curtos períodos de tempo. Por isso, estudos mais longos vêm sendo realizados na tentativa de confirmar essa possibilidade de tratamento.

Enquanto não se chega a resultados, parece razoável que diabéticos que sofrem com os sintomas da neuropatia pensem na dieta vegana como uma possibilidade. Se ela for bem sucedida, é possível que ajude a diminuir o uso de medicamentos para dor. E, como um bônus, ela pode levar a uma perda significativa de peso.

Médicos podem mostrar o seu apoio a uma medicina mais transparente, registrando-se no ProcuraMed.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

 Arroz branco aumenta o risco de diabetes tipo 2

 Caminhada após refeição pode reduzir risco de diabetes

Esta postagem também está disponível em: Inglês