cacau

Como usar o chocolate a favor da sua dieta

Você sabia que o chocolate pode ser um grande aliado da sua dieta? O chocolate puro é rico em antioxidantes, pode auxiliar no aumento das mitocôndrias nas células e auxilia no funcionamento do intestino. Mas é preciso tomar cuidado pra não escolher o chocolate errado e transformar a intenção de suplemento naqueles quilinhos indesejados.

cacau

A maioria dos chocolates que encontramos nas prateleiras dos supermercados é altamente processada, cheia de gorduras e calorias. A versão natural, porém, é tão rica em antioxidantes quanto algumas frutas e até o chá verde. Esses componentes, em especial os chamados flavonóides, ajudam a limpar os resíduos das reações que ocorrem naturalmente em nosso organismo.

Estudo publicado em março no Journal of Agricultural and Food Chemistry revela que o chocolate também age diretamente sobre os microorganismos que ocupam o intestino grosso. A fermentação saudável causada pelo chocolate no intestino estimula a proliferação das bactérias lactobacillus, encontradas em grande quantidade também em alguns iogurtes, e importantes estimuladores das funções intestinais.

Sabe-se, também, que o chocolate puro age no aumento do número de mitocôndrias em nossas células. São essas partes as responsáveis por gerar energia necessária para o funcionamento de cada célula de nosso organismo. Assim, o consumo de chocolate pode melhorar o desempenho físico e diminuir a fadiga.

Estudos científicos mostram, ainda, que consumidores de chocolate mais escuro apresentam pressão arterial mais baixa, menor incidência de acidentes vasculares cerebrais e melhor desempenho dos vasos sanguíneos. Também costumam ser mais resistentes a exercícios físicos e têm melhorada a função da insulina – o que diminui os riscos de diabetes.

Ainda na lista de benefícios está o aumento dos níveis de HDL, o colesterol bom para o coração. Estudo publicado no americano Journal of Internal Medicine mostrou que os sobreviventes de ataques cardíacos que ingeriram uma pequena quantidade de chocolate escuro duas ou mais vezes por semana apresentam risco muito menor de sofrer um segundo ataque cardíaco grave.

O que saber para escolher certo

O Brasil é um grande produtor de cacau. Entretanto, muitas das qualidades nutritivas acabam se perdendo ao longo do processamento. Por isso, quanto menos processado o chocolate, melhor para sua saúde.

A quantidade de açúcar na composição também é um bom indicativo. Por isso, se quiser mantê-lo em sua dieta, é melhor treinar o paladar. Açúcares, gorduras e outros estabilizadores podem até deixar o chocolate mais saboroso, mas acabam sendo perigosos para a saúde.

A melhor pedida é consumir os menos processados e com maior quantidade de cacau na composição. Por isso, escolha sempre as opções que possuem, pelo menos, 70% de cacau. Se o produto tiver porcentagem menor, trate-o como qualquer outro doce.

Se você precisar encontrar um médico em qualquer lugar do Brasil, use o nosso site principal: www.procuramed.com.

Leia também na ProcuraMed:

Chocolate, também bom para malhação

Comer chocolate regularmente pode ajudar a emagrecer

 

 

 

 

 

Esta postagem também está disponível em: Inglês